Conectado com

Geral

Publicada lei que permite indústrias veterinárias a produzirem vacinas

Assessoria

O presidente Jair Bolsonaro sancionou ontem, com veto, a Lei nº 14.187, de 15 de julho de 2021, que autoriza estabelecimentos fabricantes de vacinas veterinárias a produzir imunizantes contra a covid-19 e o ingrediente farmacêutico ativo, no Brasil, desde que cumpram todas as normas sanitárias e as exigências de biossegurança próprias dos estabelecimentos destinados à produção de vacinas para uso humano.

A lei publicada no Diário Oficial da União desta sexta-feira prevê também que todas as fases relacionadas à produção, ao envasamento, à etiquetagem, à embalagem e ao armazenamento de vacinas para uso humano deverão ser realizadas em dependências fisicamente separadas daquelas utilizadas para a fabricação de produtos destinados a uso veterinário.

O texto diz ainda que, quando não houver ambientes separados para que o armazenamento seja feito, as vacinas contra a covid-19 poderão ser armazenadas na mesma área de armazenagem das vacinas de uso veterinário, mediante avaliação e anuência prévias da autoridade sanitária federal e desde que haja metodologia de identificação e segregação de cada tipo de vacina.

O artigo 5º foi vetado pelo presidente da República, onde estabelece que ato do Executivo poderia prever incentivo fiscal destinado às pessoas jurídicas que adaptassem suas estruturas industriais destinadas originalmente à fabricação de produtos de uso veterinário para a produção de vacinas contra a covid-19.

 

Continue Lendo
Publicidade

Geral

Avião faz pouso forçado em Cascavel; não há registro de pessoas feridas

Reprodução CGN

Um avião que sobrevoava Cascavel na tarde desta sexta-feira (30) precisou fazer um pouso forçado.

O fato ocorreu nas proximidades da rodovia BR-277, entre Cascavel e Santa Tereza do Oeste.

Segundo as informações, por algum motivo a aeronave perdeu força e não conseguiu chegar até a pista do aeroporto, assim, precisando pousar na área rural.

Segundo as informações, cinco pessoas estavam no avião, mas ninguém ficou ferido, sendo apenas o susto vivenciado pelos ocupantes.

O helicóptero do Consamu chegou a ser mobilizado e deslocou ao endereço, mas verificou que estava tudo bem com todos que estavam a bordo.

Agora, os órgãos competentes serão acionados para fazer a retirada da aeronave e também a investigação sobre o acidente.

 

Fonte: CGN

Continue Lendo

Geral

Doses de reforço contra a Covid-19 sendo aplicadas nas segundas, quartas e sextas-feiras em Marechal Rondon

A Secretaria de Saúde de Marechal Rondon organizou cronograma de vacinação contra a Covid-19 de modo a oferecer nas segundas, quartas e sextas-feiras as doses de reforço, da marca Astrazeneca. Já a Coronavac é ofertada nas quartas-feiras.

O atendimento é realizado das 8h às 13h, no parque de exposições.

Poderá receber a segunda dose da Astrazeneca, quem recebeu a primeira dose em um intervalo superior a 90 dias. Já a vacina da Coronavac, a mais de 25 dias.

É obrigatório no ato de imunização a apresentação de documentos pessoais, cartão SUS e carteira de vacinação.

 

Fonte: Assessoria

Continue Lendo

Geral

Rondonenses com 33 anos ou mais serão vacinados hoje à tarde

Imunização será das 16h às 20h, na estação rodoviária e no parque de exposições.

 

          A Secretaria Municipal de Saúde de Marechal Rondon definiu novo cronograma de vacinação contra a covid-19, a partir do recebimento de novas doses enviadas pelo Estado através da 20ª Regional de Saúde.

Nesta sexta-feira, das 16 as 20 horas, na Estação Rodoviária e no Parque de Exposições serão vacinados rondonenses com 33 anos ou mais, além da continuidade da imunização de pessoas com comorbidades ou deficiência permanente, com 18 anos ou mais.

A vacinação será no sistema “drive thru” e as senhas serão entregues até o esgotamento de doses, a partir das 16h, seguindo a fila dos veículos.

Na Estação Rodoviária, a entrada será pela rua Goiás e saída pela rua Minas Gerais; enquanto no Parque de Exposições, a entrada pelo acesso próximo ao Café Colonial.

Para receber a vacina, é necessário portar documentos pessoais, cartão SUS e carteira de vacinação (se tiver).

No caso de pessoas com comorbidade ou deficiência, também deverão apresentar uma declaração médica atestando tal condição.

Gestantes que estejam na faixa etária e procurarem o pronto de vacinação, também deverão apresentar declaração médica para receber a sua dose.

Continue Lendo

(45) 3284-8080
Central telefônica (45) 9997-0083 - (45) 9997-0067
FM 95,1 (45) 9997-0733 | WhatsApp FM (45) 9997-0532
Técnica AM 970 (45) 9997-0740
Copyright © 2019 Radio Difusora do Paraná.