Conectado com

Geral

Regras pra tirar CNH mudam na próxima segunda-feira; entenda!

Começam a valer a partir da próxima segunda-feira (16) as novas regras para tirar a carteira nacional de habilitação (CNH). As mudanças foram publicadas na resolução n° 778/2019 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) e preveem, entre outras alterações, a não obrigatoriedade do uso de simulador nas autoescolas e a redução na carga horária de aulas práticas noturnas.

 

A expectativa é de que as novas normas provoquem uma redução no valor cobrado pelos centros de formação de condutores (CFCs), as autoescolas. Quando foram publicadas, em junho, a estimativa do ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, era de que o custo fosse reduzido em até 15% apenas considerando o uso facultativo dos simuladores.

Relembre o que muda:

Simulador não obrigatório
A resolução faz com que o uso do simulador para obtenção da CNH na categoria B seja facultativo. Com isso, o candidato poderá optar por fazer as aulas no aparelho antes de sair para as ruas – desde que ele esteja disponível no CFC.

 

A resolução determina ainda que o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) ficará responsável por acompanhar o uso do simulador em todo o Brasil e avaliar a sua eficácia no processo de formação de condutores.

 

Carga horária menor
Com o uso facultativo do simulador, a carga horária necessária de aulas práticas volta a ser de 20 horas/aula – era de 25 horas com o equipamento de direção veicular.

Caso o aspirante à CNH opte por usar o aparelho, ele poderá cumprir 5 horas/aula no simulador e as outras 15 horas/aula em vias públicas. Senão, as 20 horas/aula são nas ruas.

Já para a inclusão da categoria A à CNH, a carga horária do curso prático volta a ser de, no mínimo, 15 horas/ aula.

Aula prática noturna reduzida
Quem quer tirar carteira de habilitação nas categorias A (moto), B (automóveis) e ACC (ciclomotores) não precisa mais cumprir 5 horas de aulas à noite: a partir de agora a exigência é para apenas 1 hora/aula.

A exigência de aulas noturnas caiu de 5 horas para apenas 1 hora/ prática para os aspirantes às categorias A (moto), B (automóveis) e ACC (Autorização para Conduzir Ciclomotores).

 

Permissão para ciclomotores facilitada
A carga horária para obter a permissão de conduzir ciclomotores (ACC) – veículos de duas rodas de 50 cm³ -, também foi reduzida, de 20 para 5 horas/ aula.

Além disso, quem desejar a autorização, poderá, dentro de um ano, realizar apenas as provas, sem a necessidade das aulas teóricas e práticas. Porém, caso seja reprovado, deverá frequentar as aulas práticas.

Os CFCs poderão utilizar veículo próprio ou permitir que o aluno possa apresentar um veículo para realizar as aulas.

 

Fonte: Gazeta do Povo
Continue Lendo
Publicidade

Geral

Marechal Rondon: População deve descartar máscaras e luvas de forma correta

Assessoria

O trabalho de limpeza pública é essencial para a saúde da população e não pode parar neste momento. Por isso, os colaboradores das empresas de coleta que atuam em Marechal Rondon estão seguindo todas as medidas preventivas e de higiene para garantir o seu próprio bem-estar, e das famílias rondonenses.

A maneira de descartar o lixo doméstico em tempo de pandemia do novo coronavírus exige atenção redobrada. São diversas as orientações de como descartar o lixo corretamente.

Para as pessoas infectadas ou com suspeita de Covid-19, que estejam em isolamento domiciliar, a recomendação é de que todos os materiais de higiene pessoal, como máscaras descartáveis e luvas (incluindo as embalagens), sejam separados e colocados em dois sacos de lixo resistentes e descartáveis, um dentro do outro, não os enchendo até a borda para que possam ser lacrados e/ou fechados de forma devida.

Além disso, o engenheiro ambiental, Marcos Chaves, lembra que o ideal é identificar os tipos de descarte, para que o trabalhador do serviço de coleta de lixo não seja prejudicado com um possível contágio. Caso o paciente seja morador de um condomínio ou de um espaço coletivo, é necessário que essas medidas de segurança sejam informadas para o síndico ou o responsável pela limpeza e higiene.

Já para pessoas que não se enquadram como casos suspeitos da doença, a Secretaria de Agricultura e Política Ambiental recomenda que o descarte seja feito de forma prudente, mais uma vez pensando nos funcionários responsáveis pela coleta de lixo. Caso utilizem materiais como máscaras e luvas, devem descartá-los como lixo comum, mas devidamente acondicionados.

Sem suspeita de Covid-19 em casa:
– Continue separando o lixo reciclável do comum;
– Luvas e máscaras podem ser descartadas no lixo comum;
– Coloque os sacos para coleta de acordo com o dia e horário do recolhimento na sua rua.

Com suspeita da Covid-19 em casa:
– Não separe mais o lixo reciclável do comum;
– Use 2 sacos para acondicionar o lixo e não esqueça de fechá-los corretamente;
– Os sacos devem ser fechados com lacre ou nó quando tiverem até 2/3 (dois terços) de sua capacidade. Não encher o saco até a borda, deixar espaço para fechar sem se contaminar;
– Coloque os sacos para coleta de acordo com o dia e horário do recolhimento na sua rua.

Pede-se também para que a população compreenda que nesse momento o trabalho das associações de catadores está sobrecarregado, tendo em vista que muitos catadores pertencem ao grupo de risco para o COVID-19 e estão em isolamento. Mesmo com possíveis atrasos, o serviço de coleta seletiva não será suspenso. É muito importante que a população separe o material reciclável, acondicione de maneira adequada e coloque no dia correto ou mesmo leve até o Ecoponto, pois este garantirá a renda de muitas famílias em situação de vulnerabilidade no município, especialmente nesse momento difícil.

Fonte: Assessoria
Continue Lendo

Geral

Prefeitura emite decreto proibindo a entrada de crianças em estabelecimentos comerciais de Toledo

A Prefeitura do município de Toledo emitiu o decreto Nº 778/2020, na edição desta quinta-feira (09), do seu Órgão Oficial. O decreto proíbe a entrada de crianças de até 12 anos de idade no comércio da cidade.
O decreto está valendo a partir de hoje e deve perdurar, enquanto se mantiver a atual situação enfrentada devido a pandemia mundial do novo Coronavírus (Covid-19). A ideia é diminuir os riscos de contaminação por parte das crianças.
O decreto vem após falas enfáticas da secretária de Saúde, Denise Liell e do médico e porta-voz do Comitê Operacional de Emergência (COE), Dr. Fernando Pedrotti, em boletim informativo realizado na noite desta quarta-feira (08), na Prefeitura.
Na ocasião o Dr. Fernando Pedrotti disse estar decepcionado com uma parcela da população que está se aglomerando no comércio local. Ele também se mostrou preocupado com a grande quantidade de famílias nos estabelecimentos com a presença de muitas crianças e idosos.
“Estou muito decepcionado com essa parcela de nossa população que tem se aglomerado no comércio. Muitos estão indo aos estabelecimentos em família, e o que é muito pior, com a presença de idosos e crianças. A gente não quer ter de andar para trás nas medidas ao invés de ir para frente. No entanto se essa situação persistir teremos tomar atitudes mais enérgicas e que não estávamos pensando em adotar neste momento”, disse, Dr. Fernando Pedrotti, durante o boletim.
Fonte: Toledo News
Continue Lendo

Geral

Entrevista com o Nutricionista Rafael Heinrich ao programa Manhã Viva

Continue Lendo

(45) 3284-8080
Central telefônica (45) 9997-0083 - (45) 9997-0067
FM 95,1 (45) 9997-0733 | WhatsApp FM (45) 9997-0532
Técnica AM 970 (45) 9997-0740
Copyright © 2019 Radio Difusora do Paraná.