Conectado com

Geral

Reunião do COE define reabertura parcial do Balneário de Porto Mendes

Em reunião realizada no final da tarde de ontem, segunda-feira, pelo Centro de Operações Emergenciais, foi decidido pela reabertura parcial do Parque de Lazer e Turismo de Porto Mendes.

De acordo com o secretário municipal de Indústria, Comércio e Turismo, Sérgio Marcucci, a população poderá voltar a utilizar o lado direito do portal de acesso das 09 às 19h00, já a partir desta sexta-feira.

A exigência é que as pessoas usem máscaras de proteção ao coronavírus, como em qualquer outro lugar, a o município irá disponibilizar álcool em gel nos banheiros.

Os sanitários serão higienizados a cada duas horas, seguindo o protocolo exigido pelo COE, e as mesas utilizadas para a alimentação serão lavadas com hipoclorito de sódio.

Marcucci destaca, porém, que a área de banho, que foi interditada em outubro a partir de uma recomendação do Corpo de Bombeiros devido a baixo nível do reservatório, a também a área de camping, no lado esquerdo do Parque, seguem proibidos ao público.

O secretário confirma que, mesmo flexibilizando algumas medidas em relação ao Terminal Turístico de Porto Mendes, o acampamento continuará proibido para evitar aglomerações e por conseguinte maior risco da Covid.,.,…..

 

Geral

Quem recebeu indevidamente o auxilio emergencial terá que devolver o dinheiro

Divulgação

Cobrança virá através de SMS para mais de 2 milhões e meio de pessoas

 

O governo federal vai enviar nos próximos dias mensagens SMS para 2 milhões e 600 mil brasileiros que receberam indevidamente o auxílio emergencial.

O objetivo é cobrar a devolução dos valores embolsados por pessoas que não preenchiam os requisitos necessários para receber a ajuda criada pelo governo durante a pandemia da Covid-19.

Se cada pessoa que receber a cobrança restituir pelo menos uma parcela de  600 reais, o valor recuperado chegaria a  1 bilhão e meio de reais.

Os nomes dos beneficiários inelegíveis foram indicados por órgãos de controle ou rastreados pela auditoria interna do governo.

A lista será repassada ao Ministério da Economia, que usará um contrato já existente para o envio de SMS para executar a operação.

Em nota o  ministério diz que a  Secretaria de Avaliação e Gestão da Informação  planeja enviar SMS a este público, objetivando orientar o procedimento a ser adotado para proceder com a devolução do recurso, de modo a dar uma resposta à sociedade, ao mostrar o esforço do governo federal em recuperar o recurso pago indevidamente, e ainda atender à recomendação dos órgãos de controle.

O governo federal lançou um site para facilitar a devolução dos valores recebidos indevidamente e para  isso, é preciso informar o CPF e gerar uma Guia de Recolhimento da União  a ser paga em qualquer outro banco.

Continue Lendo

Geral

Colégio Ceretta inaugura auditório e homenageia professora falecida

Aconteceu na manhã desta sexta-feira, um ato simbólico de inauguração do Mini Auditório Professora Neldi Dalposso, do Colégio Estadual Antônio Maximiliano Ceretta, em Marechal Cândido Rondon.

No local anteriormente funcionava o Laboratório de Informática.

O nome escolhido é em homenagem a uma professora, que segundo a comunidade escolar, doou-se por inteiro ao Colégio.

A Professora Neldi Dalposso atuou na instituição entre os anos de 1988 e 2011 e ocupou o cargo de vice-diretora e direto entre 1993 e 2000.

Ela foi a óbito no ano de 2019.

Na oportunidade, também foi feita uma homenagem às Professoras Luciana Zago, Marlene Scherer e Fátima Cardoso Englert, que se aposentaram no ano de 2019, e entregue uma lembrança ao diretor auxiliar, Professor Irineo Englert.

Continue Lendo

Geral

TJ nega liminar requerida pela assessoria jurídica do Hospital Fumagali

Antigo proprietário questiona avaliação judicial e tenta anular o leilão

 

Deve nos próximos dias ter um desfecho na justiça a tomada de posse  definitiva do prédio do antigo Hospital Fumagalli, adquirido em leilão pelo grupo da Churrascaria 2 Irmãos.

O antigo proprietário entrou com embargos de arrematação no fórum local, alegando que o bem foi adquirido no leilão por preço vil, ou seja, por uma avaliação aquém do valor do imóvel.

A assessoria jurídica do Grupo 2 Irmãos, através do advogado Antonio Marcos de Aguiar,  contestou a alegação, afirmando que a mesma foi feita fora de prazo e que portanto a compra foi feita dentro das normais legais.

O caso foi para o Tribunal de Justiça do Estado do Paraná e analisado pelo  relator Gilberto Ferreira, o qual na  hipótese retratada, entendeu  que a avaliação judicial foi ratificada duas vezes nos autos antes da realização do leilão, tendo se apresentado um único interessado em participar do certame.

Com isso o relator do caso negou ao reclamante Fumagalli liminar sobre  o efeito suspensivo solicitado, conforme decisão publicada ontem e comunicada ao juízo de primeiro grau, em Marechal Cândido Rondon para  que sejam intimados o agravado e os interessados para, querendo, apresentem resposta no prazo legal de 15 dias.

Cumprido esse prazo o Tribunal de Justiça vai julgar o mérito , colocando fim a serie de questionamentos e alegações.

 

Continue Lendo

(45) 3284-8080
Central telefônica (45) 9997-0083 - (45) 9997-0067
FM 95,1 (45) 9997-0733 | WhatsApp FM (45) 9997-0532
Técnica AM 970 (45) 9997-0740
Copyright © 2019 Radio Difusora do Paraná.