Conectado com

Esportes

Rondonense Thiago Wild salva match points e vira em jogaço no Rio Open

Foto: Fotojump

Um jogo recheado de polêmicas, alternativas, e que certamente entrou para a história do Rio Open. Na partida mais longa incluindo todas as edições do torneio, em 3h50, Thiago Wild venceu Alejandro Davidovich Fokina (90º do ranking) por 2 sets a 1, parciais de 5/7, 7/6 (3) e 7/5. O confronto teve direito a três match points salvos, muita briga do espanhol com juiz e público e terminou com a glória do tenista brasileiro, vencendo pela primeira vez na chave principal de um ATP 500.

O ápice da partida, sem dúvida, foi a reta final do segundo set. Thiago Wild liderava em 5/4 e levou a quebra. Depois, em 5/6, precisou salvar três match points, contando com uma dose de sorte e uma certa irresponsabilidade. A decisão ficou para o tie-break, quando Alejandro Fokina discutiu com o árbitro, provocou o público e armou um grande circo na quadra central até que o brasileiro venceu a parcial e arrancou para a vitória no terceiro set.

Agora, Thiago Wild avança à segunda fase do Rio Open e terá pela frente mais um difícil confronto diante do vencedor da partida entre o croata Borna Coric (32º) e o argentino Juan Ignacio Londero (61º), que será realizado apenas nesta terça-feira. A vitória ainda garante ao jogador brasileiro um salto no ranking da ATP, saindo de 206º para o 178º temporariamente, garantindo a melhor posição de sua carreira até aqui.

Alejandro Davidovich Fokina encara Thiago Wild na virada de lado — Foto: Fotojump

Alejandro Davidovich Fokina encara Thiago Wild na virada de lado — Foto: Fotojump

O jogo

Thiago começa melhor, mas cai no fim do primeiro set

O início de Thiago Wild foi bastante promissor. Com sete break points logo no primeiro game, o brasileiro mostrou que não deixaria o estilo versátil e excêntrico de Alejandro Fokina intimidá-lo e abriu com uma quebra de serviço. O primeiro set seguiu cheio de alternativas, com belos lances e muitos erros. O espanhol devolveu o break, Wild voltou a liderar e abriu 5/3.

Thiago Wild contra Alejandro Davidovich Fokina — Foto: Fotojump

Thiago Wild contra Alejandro Davidovich Fokina — Foto: Fotojump

Porém, Wild hesitou demais na hora de fechar. Teve break point e não aproveitou. Na sequência, sacou e tomou quebra de zero, vendo Fokina empatar o primeiro set em 5/5. Novamente, o brasileiro teve chances de quebra e não aproveitou, sendo quebrado na sequência e vendo o rival fechar a parcial em 7/5 para frustração do público.

Reação do brasileiro e muita polêmica

Sem se deixar abater pelo resultado do primeiro set, Thiago Wild seguiu mostrando muita força em seus golpes e incomodando Alejandro Fokina. Desperdiçou quatro break points no game inaugural, mas conseguiu uma quebra no sétimo, fazendo 5/3 na sequência. A história, no entanto, parecia se repetir. O brasileiro desperdiçou set point e levou a quebra na sequência, com o espanhol empatando em 5/5.

Sacando em 5/6 novamente, Thiago Wild ficou em situação dramática em 0/40, mas salvou os três match points com muita agressividade e deixando Alejandro Fokina enroscando na rede após uma curtinha na terceira chance.

O tie-break também foi uma história à parte. Thiago Wild liderava em 5-2 até que o espanhol começou a brigar com o público, reclamar com a arbitragem e armou um circo na quadra central. Fokina sacou por baixo enquanto brigava e tirou Wild do sério. O brasileiro não se intimidou, também tirou satisfações e acabou superando a parcial com 7-3 no desempate.

Glória de Wild no fim

Quem achou que a reta final não teria drama se enganou. Thiago Wild iniciou a toda o terceiro set aproveitando o cansaço de Fokina e passou a liderar em 3/0 sem maiores dificuldades. Porém, baixou a guarda e viu o espanhol, com muita variação reagir no confronto, virando para 4/3, com direito a uma quebra de vantagem.

O panorama que parecia ir para o lado de Fokina voltou a virar para Wild. O brasileiro reagiu e novamente devolveu a quebra, empatando em 4/4. Depois, sofreu em seus games de saque, mas seguiu firme, mantendo a frente em 6/5. Com um break point e um erro do espanhol, enfim, Wild pôde se jogar no chão e vibrar com a vitória.

Fonte: Globo Esporte

Esportes

Bolha é o novo Secretário de Esportes de Marechal Rondon: saiba como ele vai conduzir a pasta

Continue Lendo

Destaque Empresarial

Anunciados secretários de Industria e Comércio, e de Esportes e Lazer de Marechal Rondon

Portinho assumiu a Secretaria de Industria e Diogo a Secretaria de Esportes.

Continue Lendo

Esportes

Marechal Rondon poderá voltar a figurar na Liga Nacional Futsal no próximo ano

Em entrevista concedida a Rádio Difusora do Paraná, o técnico do Marechal Futsal, Roberto Nunes , que conquistou com sua agremiação a sétima colocação no Campeonato Paranaense de Futsal Série Ouro e o segundo lugar na Liga Futsal Paraná, fez um balanço da atuação de sua equipe na temporada de 2020.

 

Nos últimos meses, circula a informação nos bastidores do esporte rondoense e paranaense, a informação de que o Marechal Futsal possa herdar a vaga deixada pela Copagril Futsal (equipe que encerrou suas atividades no final de 2019) na Liga Nacional Futsal – a cooperativa rondonense, inclusive, é detentora de uma franquia da competição brasileira.

Perguntado a respeito, Roberto Nunes comentou assim……..

 

 

Continue Lendo

(45) 3284-8080
Central telefônica (45) 9997-0083 - (45) 9997-0067
FM 95,1 (45) 9997-0733 | WhatsApp FM (45) 9997-0532
Técnica AM 970 (45) 9997-0740
Copyright © 2019 Radio Difusora do Paraná.