Conectado com

Geral

Sobe para 103 o número de pessoas com sarampo no Estado do Paraná

O Informe Epidemiológico semanal divulgado nesta quinta-feira pela Secretaria de Estado da Saúde mostra o crescimento exponencial de casos confirmados, 103 pessoas moradoras do Paraná tiveram ou estão com sarampo.

80 casos são da Curitiba e outros 18 na Região Metropolitana.

As cinco confirmações restantes estão em Jacarezinho (1), Ponta Grossa (1), Maringá (2) e Rolândia (1).

Os casos aumentam e demonstram a necessidade de vacinar a população preconizada contra a doença.

Segundo a coordenadora de Vigilância Epidemiológica da Secretaria, Acácia Nasr, o sarampo é uma doença altamente transmissível e que pode ser acompanhada de complicações graves.

Ela explica que, como o vírus não circulou no Paraná por mais de 20 anos, muitas pessoas não tiveram contato com o sarampo e não se sentem o risco de contaminação ou transmitir para alguém.

Desde 2004 a indicação do Ministério da Saúde é que sejam aplicadas duas doses da vacina contra sarampo, uma aos 12 meses e outra aos 15 meses de vida, porém, segundo dados dos últimos anos, o Paraná não atingiu a meta de vacinação estabelecida pelo Ministério para as duas doses.

Em 2016, a dose 1 chegou a 91% de cobertura, em 2017, manteve o mesmo percentual, em 2018 este número baixou para 88% e em 2019, de janeiro ao dia 9 de outubro de 2019 a cobertura foi ampliada e se atingiu 92,7%.

Embora 2018 e 2019 sejam dados preliminares, é possível verificar que o índice aumentou em 5%.

Teve início na última segunda-feira, dia 07, a primeira etapa da Campanha de Vacinação contra o sarampo.

O grupo preconizado pelo Ministério da Saúde neste momento é de crianças entre seis meses e cinco anos incompletos e se deve ao fato desse grupo sofrer mais sequelas da doença.

A segunda etapa tem como público alvo jovens com idade entre 20 e 29 anos.

O período de intensificação para vacinação desta faixa de idade é entre 18 a 30 de novembro com o dia D ocorrendo no sábado, dia 30.

Continue Lendo
Publicidade

Geral

Prefeito de Quatro Pontes retoma atividades e anuncia obras projetadas para 2020.

Continue Lendo

Geral

Schiavinato destaca projeto de biogás que será implantado em Toledo

Continue Lendo

Geral

Ex-prefeito de Mercedes, Vilson Schwantes afirma que não será candidato em 2020

O cenário político segue movimentado no município de Mercedes, com especulações sobre possíveis pré- candidatos a prefeito para o pleito deste ano.

Declarações recentes feitas por lideranças do grupo de situação, davam conta de que o nome do ex-prefeito Vilson Schwantes, estaria sendo cogitado para ser candidato à majoritária pelo atual grupo político.

Contudo, ontem, Vilson postou em sua rede social uma “nota de esclarecimento aos cidadãos mercedenses e a imprensa regional”, negando tais fatos.

Em uma parte da publicação, o ex mandatário municipal foi enfático: “essas informações são falsas e mentirosas”

O ex-prefeito confirma que foi procurado por integrantes do grupo político de situação de Mercedes, que perguntaram sobre seu interesse em ser candidato a majoritária no pleito eleitoral de 2020.

Em nota, Vilson disse que respondeu ao grupo de situação que não têm interesse, inclusive destacando os motivos pelos quais não colocaria seu nome a disposição pelo atual grupo.

Ele complementou ainda, dizendo que “com a chefe do executivo municipal, nos últimos anos, nunca teve troca de mensagens ou diálogo sobre questões relacionadas ao pleito eleitoral que se aproxima, muito menos esta pediu autorização para usar o seu nome em pesquisas e divulgações, visando especulações políticas.

O ex-prefeito Vilson Schwantes deixa claro em sua nota de esclarecimento que “a alternância no poder é salutar, interessante e necessária”, e que não voltará a disputar nenhum cargo na majoritária no municipal em Mercedes.

Continue Lendo

(45) 3284-8080
Central telefônica (45) 9997-0083 - (45) 9997-0067
FM 95,1 (45) 9997-0733 | WhatsApp FM (45) 9997-0532
Técnica AM 970 (45) 9997-0740
Copyright © 2019 Radio Difusora do Paraná.