Conectado com

Geral

Unioeste renova convênios com municípios para análises de solo

Buscando maior interação com a comunidade agropecuária, a Universidade Estadual do Oeste do Paraná, campus de Marechal Cândido Rondon, promoveu ontem, quinta-feira, a renovação de convênios para a realização de análises de solos com Prefeituras da região para 2020.

Onze municípios são contemplados 

Foram assinados convênios com os municípios de Mal. Rondon, Entre Rios do Oeste, Guaira, Maripá, Mercedes, Quatro Pontes, Nova Santa Rosa, Santa Helena, Pato Bragado, São José das Palmeiras e Terra Roxa.

Os convênios assinados referem-se à prestação de serviços na área de análise de solos, plantas e amostras ambientais e são renovados anualmente, desde o ano 2000, entre estes municípios e o Laboratório de Química Ambiental do campus rondonense da Unioeste.

O laboratório iniciou suas atividades na área de análise de solos e plantas no ano 1999 atendendo toda a comunidade agropecuária da região

Oeste do Paraná.

Segundo o diretor do campus rondonense, Davi Félix Schreiner, diz que se trata de um laboratório com pesquisas de excelência, promovendo a transferência de tecnologias e inovações ao setor agropecuário nacional e internacional.

Os valores de 2020 para as análises são os seguintes: análise química de solo rotina – 42 reais e pelo convênio 36; conjunto de micronutrientes – 25 reais e pelo convênio 20 e análise física de solos – 25 reais.

Os agricultores interessados em realizar análises de solos podem procurar diretamente as Prefeituras conveniadas e as secretarias de Agricultura que deverão fazer o envio das amostras ao Laboratório de Química Ambiental.

Continue Lendo
Publicidade

Geral

Vereador propõe Programa de Solo Brita para Agricultores em Quatro Pontes

A considerar que os municípios da região têm na base de sua economia o setor agropecuário, muitas são as reivindicações da população para garantir melhores condições de trabalho aos produtores.

Dentre as reivindicações feitas com mais freqüência estão ações voltadas a recuperação de estradas rurais, haja vista a importância de uma estrutura perfeita para o escoamento da produção.

Em se tratando do município de Quatro Pontes, em atendimento a pedidos de munícipes, o vereador Cesar Seidel, o “Canela”, encaminhou requerimento visando a criação do Programa de Solo Brita.

De acordo com o parlamentar, esse tipo de iniciativa proposto para a administração municipal se soma a outras ações essenciais em prol dos agropecuaristas do município..

 

Continue Lendo

Geral

Processo de Segurança Alimentar e Nutricional tem inovação nos lindeiros

Esta semana, em 05 de junho, é comemorado o Dia Mundial do Meio Ambiente.

A Itaipu Binacional e o Conselho de Desenvolvimento dos Municípios Lindeiros, desenvolvem ações de sustentabilidade em todo o seu território de atuação.

Para celebrar a data ocorrerá a Jornada Educação, Cultura e Sustentabilidade, com oficinas, contação de histórias, apresentações musicais e palestras.

A programação vai até o próximo domingo.

O gestor do Convênio Linha Ecológica: Educação Ambiental e Cultura, Mauri Schneider, explica que desde junho de 2019 foram trabalhados os processos formativos na região.

Neste ano o Processo de Segurança Alimentar e Nutricional teve uma inovação…..

 

Continue Lendo

Geral

Direção do extinto IAP explica proibição de pesca no São Francisco

Ilustrativa

Uma portaria do Instituto Água e Terra , publicada no dia 27 do mês passado proibiu a pesca não profissional em rios afetados pela seca causada pela estiagem no Paraná.

Segundo a portaria número 157/20, apenas pescadores profissionais podem continuar com as atividades, mas somente com a utilização de embarcações pequenas e materiais de pesca.

O objetivo da proibição, conforme o IAT, é proteger a conservação da biodiversidade e das espécies, considerando que a baixa vazão dos rios facilita a predação e a retirada de peixes jovens e adultos reprodutores.

Dentre os rios afetados pela portaria estão o Piquiri, São Francisco Falso e Verdadeiro;

De acordo com o governo do estado, a proibição não vale para o Rio Paraná, porque é de responsabilidade federal.

Em relação ao São Francisco, surgiram duvidas especialmente nos braços localizados em Entre Rios do Oeste e no Arroio Guaçu, em Mercedes.

O diretor regional do Instituto Água e Terra, Taciano Maranhão, explica…..

 

Continue Lendo

(45) 3284-8080
Central telefônica (45) 9997-0083 - (45) 9997-0067
FM 95,1 (45) 9997-0733 | WhatsApp FM (45) 9997-0532
Técnica AM 970 (45) 9997-0740
Copyright © 2019 Radio Difusora do Paraná.