Conectado com

Geral

Unioeste retomará calendário com aulas remotas a partir do dia 17

Foto: Unioeste/Divulgação

A Universidade Estadual do Oeste do Paraná aprovou ontem, quarta-feira, a retomada do calendário acadêmico por meio de aulas remotas a partir de 17 de agosto.

A instituição informou que decidirá nos próximos dias quais disciplinas serão ofertadas de forma remota.

Após a definição, os alunos deverão fazer uma matrícula específica para as aulas on-line.

Caso o aluno não queira realizar a disciplina de forma online, ele deverá aguardar a retomada das aulas presenciais, mas isso poderá atrasar a formação do estudante.

Segundo o reitor da Unioeste, Alexandre Weber, neste momento ninguém tem certeza de nada, mas é preciso fazer alguma coisa.

As aulas presenciais na instituição foram suspensas em 16 de março por causa da pandemia do novo coronavírus.

Com a nova medida, mais de 9.200 alunos de 33 cursos, dos campi de Cascavel, Toledo, Foz do Iguaçu, Marechal Cândido Rondon e Francisco Beltrão, devem retomar as aulas de forma remota.

O Programa de Inclusão Digital fará um levantamento sobre os alunos em vulnerabilidade social, que precisarão emprestar aparelhos eletrônicos com acesso a internet para as aulas remotas.

A previsão inicial da instituição é de que esse auxílio seja oferecido para cerca de 5% dos universitários.

A Unioeste recebeu cerca de 500 celulares da Receita Federal de Cascavel e Foz do Iguaçu, que serão emprestados aos alunos.

Além disso, a compra de pacotes de dados será feita com recursos doados pela Assembleia Legislativa do Paraná.

A decisão foi tomada em uma reunião extraordinária nesta quarta pelo Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão da Unioeste.

A medida emergencial aprovou com 24 votos favoráveis e 05 contrários o retorno das atividades de ensino.

Continue Lendo
Publicidade

Geral

Câmara derruba veto e fim da taxa mínima do SAAE deverá virar lei

O Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Marechal Cândido Rondon não poderá mais cobrar a tarifa mínima dos consumidores.

  Para o Executivo, a matéria é inconstitucional 

Isso porque na sessão de ontem, segunda-feira, o Poder Legislativo Municipal derrubou, com sete votos contra e cinco a favor, o veto do prefeito Marcio Rauber ao projeto de lei em questão.

A matéria acaba com a tarifa mínima do SAAE, que atualmente é cobrada daqueles que consomem, mensalmente, menos de 10 mil litros de água.

Para consumo residencial esta tarifa é de 30 reais e 72 centavos e para o comércio 50 reais e 71 centavos.

O projeto de lei foi aprovado ainda no primeiro semestre deste ano na Câmara, no entanto, seguindo orientação da procuradoria municipal de que seria ato inconstitucional, o prefeito Márcio Rauber vetou.

A justificativa do Poder Executivo Municipal foi de que a matéria afronta os princípios da legalidade e da razoabilidade, pois causa impacto financeiro ao SAAE, sem apresentar nenhuma estimativa de impacto orçamentário e financeiro.

Contudo, este não foi o entendimento de 07 dos 13 vereadores rondonenses e por isso o veto foi derrubado.

Com a derrubada do veto, o prefeito Marcio tem prazo de 48 horas para promulgar a lei.

Se não o fizer, o presidente da Câmara, vereador Claudio Koehler, terá o mesmo prazo para promulgá-la.

Continue Lendo

Geral

Prefeitura quer investir 3 milhões e 900 mil reais em pavimentação e recapeamento de vias urbanas

Está em tramitação da Câmara de Vereadores de Marechal Cândido Rondon, em regime de urgência, um projeto de lei do Poder Executivo pedindo autorização para abertura de crédito adicional suplementar de até 3 milhões e 900 mil reais para investimentos em pavimentação e recapeamento de vias urbanas.

Trata-se de uma operação de crédito anteriormente aprovada pela Câmara e que necessita de ratificação, visando cumprir exigência da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Urbano para liberar os recursos remanescentes para a execução das obras.

O projeto de lei foi lido na sessão legislativa de ontem e baixado para análises das Comissões Permanentes de Justiça e Redação; de Finanças, Orçamento e Fiscalização; e de Obras e Serviços Públicos.

Após os respectivos pareceres, a matéria será liberada para votação em plenário por todos os vereadores.

Continue Lendo

Geral

Município rondonense cria comitê de volta às aulas

Assessoria

Nesta segunda-feira, dia 10, no auditório do paço municipal, a Prefeitura de Marechal Rondon realizou a nomeação dos membros do Comitê para Avaliação do Retorno das Aulas Presenciais, no âmbito municipal, sendo:

– Márcia Adriana Winter (Secretaria de Educação)
– Alaércio Vianei Pinati (Secretaria de Educação)
– Marciane Specht (Secretaria de Saúde)
– Carla Silva Sesca (Procuradoria Jurídica)
– Franciele Perez (Secretaria de Saúde)
– Luana Borth (Secretaria de Saúde)
– Luciane Warken (Diretora de Escola)
– Mariza Aline Dalpissol (Diretora de CMEI)
– Ildemar Kanitz (Diretor de Colégio Privado)
– Leide Meinerz (Conselho Municipal da Criança e do Adolescente)
– Thassiane Terra de Meira (Conselho Escolar)
– César Luís Gehring (Conselho Municipal de Educação)
– Eliana Closs (Associação de Pais e Mestres)
– Selma Morais Kunzler (Profissionais e trabalhadores da Educação).

A secretária de Educação, Márcia Winter da Mota, foi indicada presidente do comitê, que tem como objetivo elaborar um plano de volta às aulas, para ser apresentado ao COE (Centro de Operações de Emergência COVID-19) em breve.

Fonte: Assessoria
Continue Lendo

(45) 3284-8080
Central telefônica (45) 9997-0083 - (45) 9997-0067
FM 95,1 (45) 9997-0733 | WhatsApp FM (45) 9997-0532
Técnica AM 970 (45) 9997-0740
Copyright © 2019 Radio Difusora do Paraná.