Conectado com

Geral

Acimacar realiza o primeiro sorteio da Campanha Retoma Marechal

No final da tarde desta segunda-feira (14) a Acimacar premiou os primeiros 125 consumidores com vales de 100 reais na Campanha Retoma Marechal, iniciada no dia 07 passado.

Confira os clientes sorteados e a empresa onde o cupom foi preenchido:

Marlise Schwambach – Californiana
Jaqueline Appel – Rádio Difusora
Cladis Schumann – Ótica e Relojoaria Bortolon
Thalia Muller da Silva – Blusa & Cia
Jan Pier Werlang de Almeida – Livrarias Globo
Edi Pereira dos Santos Silva – Imobiliária Bom Negócio
Anilda Cassel – PB Consignado
Cristiano M. Reschke – Academia Fênix
Claudete Amorim – Criativa Aviamentos
Davi Lucca Donato de Souza Bieger – Auto Mecânica Marcão
Vera Teske – Auto Posto Brizza
Tais Souza – Extra Calçados
Arlan Gerhardt – Kolle Tintas
Gabriel Eduardo Kochem – Globo Motos e Bikes
Edinei O. Silva – Viasul Tintas
Irmundo R. Hammes – Darom Móveis
Bianca C. M. Witt – Cintronele Modas
Marcio Diedrichs – Romagril
Adelaide Paulina Eger – Beira Lago Corretora
Valdomiro C. dos Santos – Baterias Wipal
Leonilce Bär – Casa Sérgio
Maria Bartmanovicz – Kity alçados
Antonio C. Schneider – Casa do Encanador
Nali Winkelmann – Imobiliária Bom Negócio
Antonio Aparecido da Silva – D’Chinelos
Jessica Griebeler – Vest Mais
Graciela da Silva – Imobiliária Bom Negócio
Ivo Eloi Steflan – Jeito do Corpo
Lurdes Lang – Visual Modas
Isolde B. L. da Silva – Mimo’s Baby
João Vitor Cota Wollstein – Pyjama e Cia
Tatiane Fiedler Zwick – Babylicia Store
Everton S – JF Material de Construção
Cristina S. Moreira – Harri Multimarcas
Maria Emanuelly – Texas Bhil
Maria Lurdes dos Santos – Livi Modas
Gustavo Hepp – Ponto Certo Máquinas
Marcio J. Berwanger – Liberatti
Melita Huff – Calçados Paraná – MT
Elizandra G. Rieger – Ótica Da Visão
Eduardo Amaro – Avatim
Leticia Caroline Hoff – Farmácia Preço Baixo
Maria Inês Rocha – Kity Calçados
Ildo João Klauck – Coperfarma Medilar
Luzia Pires Faria – Casa do Encanador
Andressa Pilatti – Techcenter Informática
Anelise F. P. Medin – Casa das Flores Nelli
Leocir R. Santos – Marmoraria Graniarte
Andreia O. Wiebransk – Lojas Rede
Douglas Berwig – Livraria Nota 10
Lucas V. Artigas – Farmácia do Povo
Franciele A. Fries – Auto Posto Brizza
Marcos Cristofori – Escritório Contábil Rondon
Edna Ermela Berwanger – Loja O Baratão
Daniel Batista dos Santos – Auto Escola Ila
Renaldo Francisco Klauck – Agropecuária Brusque
David A. M. L. – Lojas Helena
Anaelise Lizzone Pletsch – Pizzaria Fornaça
Amanda R. Marceline – Ótica e Relojoaria Bortolon
Tiago Luiz Constantini – Mercado Estrela
Marlene Wommer – Panorama Produtos Agropecuários
Patricia Marchese – Protemar
Nadir B. Radtke – Livi Modas
Priscila Goehl – Lojas Silva
Evanilda Aparecida M. Gracioli – Esportiva Caça e Pesca
Marlise B. G. Gisch – Protemar
Adriana E. dos Santos – CFC Marechal
Samuel B. Miranda da Silva – Loja Cercar
Erich Ruben Syperreck – C3 Assessoria Contábil
Claudiana L. Silva – Sorveteria Beija Flor
Franciele C. E. G. Henrich – Farmácia Globo
Sintia G. H. Pazdiora – Aos Pares Calçados
Vanderleia Fischer – Californiana
Amanda I. I. Schuster – Barracão da Madeira
Rosane Gregory Horn – Casa Orlando
Beatriz W. Cota – Revelest
Berenice Wiendricker – Viasul Tintas
Jhonatan dos Santos Schuler – Livi Modas
Vera Lucia Meyer – Salão Ivanir
Lore Schroeder – C 3 Assessoria Contábil
Tayna Primon – Jóias Canaã
Marli Rambo – Ótica Visão Exata
Alexsandra Plantikow – Posto Copagril
Reny Brusch – Marechal Embalagens
Nelio Mosconi – Certo Imóveis
Danieli Molina – Jóias Canaã
Mirta Fritzen – Livi Modas
Eduardo Rossetto – Esportiva Paraná
Jeferson Luis Câmara Assmann – Stop Auto Posto
Marinho Locatelli – Auto Peças Maripá
Julia W. Skrask – Schone Imóveis
Neide Elsner – Livrarias Globo
Liria Angelina Encinas Schneckel – Flor Morena
Gilmara S. de Jesus – Esportiva Paraná
Agnes E. Batschke – Salão Ivanir
Irene N. Turra – Loja Liani
Adriano R. Oliveira – Aguas Havai
Maria de Lourdes Barbian – Casa Orlando
Aline Zuse da Silva – Casa das Jóias
Vanderlei Lembeck – Center Calçados
Tauana C. Maron – Revista Paz
Bianca Pizzatto de Carvalho – Escritório Contábil Rondon
Neidi Huf – Império Massas
Andressa K. G. Trentin – Puro Sonho
Caroline Pires de Souza – I Love Biju
Angela Armanje – Mundial 1,99
Omblina M. L. Scharf – Center Calçados
Tania Pereira – Farmácia Preço Baixo
Maria Helena Rodrigues – Supergasbras
Anacleto C. Schneider – Auto Elétrica Romito
Valmir L. Mallmann – Posto Copagril
Marcelo Juwer – AG Odontologia
Keli Theobald – Tintas Rondon
Neusa M. Rohde – Embalamil
Tiago Luiz Constantini – Mercado Estrela
Bernadete Kempfer – Loja Alvorada
Viviane G. Orher Roos – Altemar Esportes
Patricia Caroline Sausen – Revista Paz
Edison Batista de Souza – Centro Automotivo Marechal
Tatiana Prienitz Nardelli – Rondon Placas
Leonir Rohloff – Churrascaria Três Passos
Paulo O. Stein – Sorveteria Gota de Mel
Vagner K. da Silva – Estokes Distribuidora
Rosane Brandt – MCR Bikes
Rosa Aparecida dos Santos – Farmácia Preço Baixo

Os vales poderão ser retirados na sede da Acimacar a partir de amanhã pela manhã e poderão ser trocados por mercadorias em qualquer uma das 517 empresas participantes da campanha.

A campanha Retoma Marechal segue até o dia 02 de agosto.

Geral

Trecho da Avenida Rio Grande do Sul receberá nova galeria pluvial e recape asfáltico

Investimento será de mais de R$ 730 mil e compreenderá extensão entre a rua Elói Lohmann e a rotatória na Avenida Expedicionário Otto Grings

Nesta terça-feira, dia 19 de outubro, mais uma obra foi iniciada em Marechal Rondon. Trata-se da implantação de nova galeria de águas pluviais e, posteriormente, o recape asfáltico no trecho da Avenida Rio Grande do Sul, entre a rua Elói Lohmann e a rotatória na Avenida Expedicionário Otto Grings. Os trabalhos iniciais consistem no descarregamento dos tubos que serão utilizados e também na escavação de valas que receberão a nova tubulação.
A empresa responsável pelos trabalhos é a Personal Serviços de Pavimentação Eireli e o valor do investimento será de R$ 731.221,69, oriundo do Finisa, Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento, além der contrapartida do município rondonense.
Conforme o secretário de Coordenação e Planejamento, Alisson Ostjen, a obra se faz necessária em virtude de a tubulação lá instalada atualmente ser muito antiga, já com muitos danos, além de ter uma inclinação inadequada, o que gerava transtorno no escoamento das águas das chuvas. “A secretaria de Viação e Serviços Públicos por diversas vezes realizou a limpeza da tubulação, porém, o problema de escoamento das águas persistiu, em virtude de não ter o caimento necessário. A água, muitas vezes, se acumulava na via e gerava transtornos. Agora será implantada galeria nova, com mais bocas de lobo, já que é uma região bastante plana”, ressaltou Alisson.
Ele mencionou ainda que, como uma grande parte do asfalto será danificada, em virtude da implantação da nova galeria, optou-se também pelo recape asfáltico de toda a via no trecho já mencionado. “A qualidade do asfalto também não estava boa. No ano passado realizou-se o recape asfáltico do portal até a rua Elói Lohmann, em trecho de 100 metros. Agora, portanto, terá continuidade. Obra importante, pois, é o trecho de boas-vindas para quem entra na cidade”, mencionou o secretário.
Fonte: Assessoria 
Continue Lendo

Geral

STF rejeita ação contra atos e falas do presidente durante a pandemia

Foto: Marcello Casal Jr / Agência Brasil

Plenário virtual rejeitou por 8 votos a 2 ação apresentada pelo PSOL

 

O plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu, por 8 votos a 2, rejeitar a abertura de uma ação de descumprimento de preceito fundamental (ADPF) que questionava atos e falas do presidente Jair Bolsonaro sobre a pandemia de covid-19.

O processo foi julgado no plenário virtual, em que os ministros têm alguns dias para votar de modo remoto e sem debate oral. Nesse caso, a sessão de julgamento durou dez dias e se encerrou às 23h59 de ontem (18).

Ao final, prevaleceu o entendimento da relatora, ministra Rosa Weber, que rejeitou a ação por entender ser inadequada a abertura de ADPF no caso. Ela também considerou a peça inicial inepta por não especificar exatamente quais atos estariam sendo questionados e tampouco quais medidas objetivas gostaria de ver tomadas.

Ela foi seguida pelos ministros Alexandre de Moraes, Luís Roberto Barroso, Dias Toffoli, Nunes Marques, Cármen Lúcia, Gilmar Mendes e Luiz Fux. Foram votos vencidos os ministros Ricardo Lewandowski e Edson Fachin, para quem haveria ameaça a preceitos fundamentais nos atos e falas presidenciais.

A ação foi apresentada pelo PSOL em maio do ano passado. O partido argumentou que o presidente e seu governo violam a Constituição ao minimizar a pandemia de covid-19, manifestando-se, por exemplo, contra o isolamento social e o uso de máscaras.

A legenda pediu ao Supremo que ordenasse o presidente e os membros de seu governo a “pautarem seus atos” de acordo com o direito fundamental à saúde e os preceitos do Estado Democrático de Direito.

Relatora

Para Rosa Weber, esse tipo de pedido genérico não faz sentido, uma vez que o cumprimento da Constituição já é pressuposto de qualquer cargo público. Decisão nesse sentido seria “destinada apenas a reafirmar aquilo que resulta da própria ideia de Estado Constitucional de Direito”, escreveu a ministra.

A relatora também criticou a falta de especificidade dos atos questionados. Para ela a peça inicial manifesta “inconformismo genérico com o governo federal”, não sendo capaz de apontar com objetividade qual seria o alvo da intervenção judicial.

“Não apenas os fatos apontados como justificadores da instauração deste processo de controle concentrado são mencionados de maneira vaga e imprecisa, mas o próprio pedido deduzido pelo autor é incapaz de individuar o objeto da tutela pretendida”, escreveu a ministra.

Em outro trecho, a relatora escreveu que “na realidade, a pretensão dirige-se contra atos futuros e incertos a serem praticados por ocasião de eventos ainda desconhecidos”.

 

Fonte: Agência Brasil

Continue Lendo

Geral

Assembleia aprova PEC que cria o Departamento de Polícia Penal

A Proposta de Emenda à Constituição, de autoria do Poder Executivo, que propõe a criação do Departamento de Polícia Penal foi aprovada em primeira e em segunda votações em duas sessões plenárias, sendo uma ordinária e outra extraordinária, realizadas  ontem na Assembleia Legislativa do Paraná .

Agora o texto retorna à Comissão Especial que analisou a proposição para que seja elaborada a redação final. Com o texto final pronto, a PEC retorna ao plenário para ser apreciada e votada em redação final.

Se aprovada, a matéria será encaminhada à Mesa Executiva da Alep para sua promulgação.

O objetivo do governo é a harmonização da legislação estadual com a uma recente alteração constitucional promovida pela Emenda Constitucional 104/2019, que previu a existência da Polícia Penal entre os órgãos integrantes da Segurança Pública.

Com a criação, o Governo pretende que o Departamento de Polícia Penal fique responsável pelas questões relativas aos presos no Estado do Paraná, com atos de gestão, fiscalização, controle e segurança de unidades penais, além da fiscalização do cumprimento das medidas alternativas à prisão, como o monitoramento eletrônico por meio de tornozeleiras.

O líder do Governo, deputado Hussein Bakri comemorou a decisão da Assembleia…….

 

O Governo destaca ainda que a medida não trará aumento de despesas para o Estado e que o DEPPEN será “o responsável pelas questões relativas aos presos no Estado do Paraná, mediante atos de gestão, fiscalização, controle e segurança de unidades penais, além da fiscalização do cumprimento das medidas alternativas à prisão, como por exemplo, o monitoramento eletrônico por meio de tornozeleiras”.

Continue Lendo

(45) 3284-8080
Central telefônica (45) 9997-0083 - (45) 9997-0067
FM 95,1 (45) 9997-0733 | WhatsApp FM (45) 9997-0532
Técnica AM 970 (45) 9997-0740
Copyright © 2019 Radio Difusora do Paraná.