Conectado com

Geral

Agentes Comunitários de Saúde devem visitar todas as residências em Marechal Rondon até abril

Agentes Comunitários de Saúde devem visitar todas as residências em Marechal Rondon até abril

A ação integra o programa Previne Brasil, do Governo Federal, e impacta nos recursos que serão destinados para o município na área da saúde

O programa Previne Brasil foi lançado em novembro, do ano passado, e visa promover uma reestruturação na forma que o Governo Federal distribui os recursos na área da saúde para os municípios. O novo modelo, segundo o governo, aportará mais recursos para os municípios que melhorarem a saúde dos brasileiros. Até então a distribuição dos valores era feita com base na quantidade de pessoas residentes e de serviços existentes em cada município, sem considerar o atendimento efetivamente prestado.

As mudanças no repasse de recursos serão progressivas. Será necessário um cadastramento de todas as residências do município. Este passará a ser cobrado pelo Governo Federal a partir de maio. Já o pagamento vinculado ao monitoramento de indicadores será feito a cada 4 meses, a partir de setembro de 2020.

Para que os dados possam ser repassados no mês estipulado pelo Governo Federal, a Secretaria de Saúde rondonense, comandada por Marciane Specht, iniciou os trabalhos ainda no mês de janeiro. A meta é visitar todas as residências, da sede e do interior, para que os dados sejam os mais precisos possíveis. “Será um trabalho árduo, mas que precisa ser realizado. Pedimos a colaboração dos rondonenses, para que recebam os Agentes Comunitários de Saúde. O cadastramento será realizado tanto na sede como no interior, para os rondonenses que utilizam, ou não, o Sistema Único de Saúde (SUS). É uma ação muito importante para que consigamos o maior volume de recursos possível para serem investidos na saúde pública do município”, apontou Marciane.

PERDA DE RECURSOS
Vale frisar que as famílias que não forem visitadas, o município irá perder os recursos sobre elas. “Cada residência que o Agente Comunitário de Saúde não conseguir cadastrar, o município perderá recursos. Isso impacta significativamente na qualidade das ações prestadas. A preocupação da Secretaria de Saúde com isso é muito grande. Por isso reiteramos que para as famílias atendam os agentes”, destacou Marciane, que ressaltou que vários artifícios estão sendo utilizados para a coleta de dados, como horários estendidos de trabalhos dos agentes, além de visitas aos sábados.

E QUEM NÃO USA O SUS?
Muitos irão fazer a pergunta: E quem não usa o SUS, precisa se cadastrar? A resposta é simples: Sim, todos deverão fazer o cadastro. Devemos lembrar que os recursos do Sistema Único de Saúde não são somente utilizados em consultas e outros procedimentos médicos, mas sim também em outros setores importantes que beneficiam toda a comunidade de forma direta ou indireta, como no controle da água que se bebe, no controle dos alimentos oferecidos pelos estabelecimentos comerciais, as mais diversas vacinas, controle e tratamentos do doenças, entre outros. “Todos de alguma ou outra forma utilizam os serviços do SUS. Por isso todos devem se cadastrar. Aguardem, pois um agente de saúde fará uma visita em sua casa”, enfatiza a secretária.

DADOS COLETADOS
Sobre os dados coletados na ficha denominada de Cadastro Individual da Atenção Básica, entre eles estão informações pessoais, escolaridade, profissão, condições de saúde, entre outros. Caso a pessoa não colaborar no questionário, deverá assinar um termo de recusa.

Geral

Polícia Civil identifica e interroga investigado por agredir idoso em acidente de trânsito.

Delegado Rodrigo Baptista Santos fala sobre o caso

 

Continue Lendo

Geral

Apresentado projeto da sede dos clubes da Vila Gaúcha

Encontro realizado nesta tarde de quinta-feira (22), na sala de reuniões do gabinete da prefeitura de Marechal Cândido Rondon, culminou na apresentação do projeto da sede própria dos clubes do bairro Vila Gaúcha.

De acordo com a minuta, a sede terá 817 metros quadrados de área construída, em terreno de 1.600 metros localizado no cruzamento das ruas 25 de Julho e Américo Vespúcio. Associação de moradores, clubes de damas, idosos e de mães utilizarão o novo ambiente.

Participaram do encontro nesta tarde, a primeira-dama e secretária municipal de Assistência Social, Josiane Laborde Rauber; Lurdes Confetti e Valdir Sachser (Valdirzinho), diretores da secretaria; Sérgio Radke, presidente da Associação de Moradores da Vila Gaúcha; Caroline Kötters, presidente do clube de mães; Elaine Bieger, vice-presidente do clube de damas; e Dilo Bauermann, presidente do Clube de Idosos Estrela do Oeste.

O projeto será encaminhado à Secretaria Municipal de Planejamento, visando a sequência dos trâmites.

 

Fonte: Assessoria

Continue Lendo

Geral

Termina hoje o prazo para tirar versão impressa do título eleitoral

No cartório eleitoral, documento é impresso na hora

 

Termina nesta quinta-feira  o prazo para a solicitação da segunda via impressa do título de eleitor.

Para obter o documento, o eleitor  precisa estar em situação regular com a Justiça Eleitoral e comparecer ao cartório eleitoral com um documento oficial de identificação, além do comprovante de residência dos três últimos meses.

O documento é impresso na hora.

No caso de pessoas do sexo masculino, também é necessário comprovar a quitação com o Serviço Militar Obrigatório.

Quem perder o prazo não precisa se preocupar, já que também pode acessar a versão digital do título pelo aplicativo e-título.

O app pode ser baixado para smartphone ou tablet , nas plataformas iOS ou Android.

Após baixá-lo, basta inserir os dados pessoais.

Para o eleitor que ainda não fez o cadastro biométrico, é necessário apresentar documento oficial com foto sempre que for utilizar o título digital.

Caso o eleitor não saiba o número do título, pode consultar o site do Tribunal Superior Eleitoral , por meio do nome, CPF e data de nascimento.

Entre as vantagens do e-título, está o acesso às informações na Justiça Eleitoral, como situação eleitoral, local de votação, consulta de débitos, emissão de guias para pagamentos e cadastro como mesário voluntário.

Diferentemente da via tradicional, a versão eletrônica tem a foto do eleitor, além de dados sobre o cadastramento biométrico e um QR Code para validação na zona eleitoral.

 

Continue Lendo

(45) 3284-8080
Central telefônica (45) 9997-0083 - (45) 9997-0067
FM 95,1 (45) 9997-0733 | WhatsApp FM (45) 9997-0532
Técnica AM 970 (45) 9997-0740
Copyright © 2019 Radio Difusora do Paraná.