Conectado com

Agricultura

Agrônomo da Agrícola Horizonte avalia bom desempenho das lavouras de soja

Divulgação

Mesmo que o clima esteja ajudando e os resultados em muitos casos estejam superando as expectativas em termos de produtividade, uma coisa é certa: a soja brasileira vai chegar mais tarde no mercado neste ano.

Esse atraso, além de pressionar a logística de escoamento dos portos, tem um efeito direto da segunda safra de milho – conhecida como “safrinha”.

O cultivo do cereal deste ano ganha contornos apreensivos, pois em diversas lavouras os produtores terão de acelerar as máquinas para colher a soja e conseguir semear maior parte do milho dentro da janela ideal.

O que for plantado a partir da segunda quinzena de março correrá riscos de perdas se parar de chover no mês de abril.

Na microrregião de Marechal Cândido Rondon, apesar do atraso, as condições climáticas estão colaborando tanto para a colheita da soja como para o plantio do milho da safrinha.

O engenheiro agrônomo Renato Wiebrantz, da Agrícola Horizonte, releva que a colheita está avançando nas lavouras da região e as produtividades estão sendo satisfatórias….

 

Continue Lendo
Publicidade

Agricultura

Produtor de Pato Bragado está desde sexta-feira (21) sem energia elétrica e “mete a boca” na Copel

O produtor bragadense Milton Führ, está desde a ultima sexta-feira (21) sem o fornecimento de energia elétrica em sua propriedade, localizada na Linha Progresso.

O produtor Milton “mete a boca” na Copel…..

 

Continue Lendo

Agricultura

Produtor Eno Pedde bate recorde de produção. “Colhemos média de 178 sacas por alqueire”

Continue Lendo

Agricultura

Câmara Federal conclui votação da MP do Agro

  Novo texto faz mudanças relacionadas ao crédito rural 

A Câmara dos Deputados concluiu a votação da Medida Provisória 897, conhecida como “MP do Agro” cujo texto prevê mudanças relacionadas ao crédito rural, ampliando em 5 bilhões de reais o valor do financiamento para o agronegócio no Brasil e permitindo que outros agentes financeiros, além dos bancos, façam empréstimos para produtores agrícolas.

A medida permite que o produtor rural divida sua propriedade em porções menores para usar como garantia em operações de crédito.

Hoje o produtor rural é obrigado a oferecer todo o terreno como garantia. Isso é problemático porque, por vezes, o imóvel vale mais que o valor do financiamento.

O texto-base já havia sido aprovado na semana passada e agora os deputados votaram os chamados “destaques”, que são trechos do projeto que são analisados separadamente.

O parlamento decidiu excluir do texto a parte que determinava o repasse de , pelo menos, 20% dos recursos dos fundos constitucionais do Nordeste , do Norte e do Centro-Oeste a bancos privados habilitados para a concessão de créditos.

Além disso, de acordo com o projeto, a análise dos empréstimos feitos com dinheiro desses fundo vai deixar de ser tarefa dos conselhos deliberativos das superintendências de desenvolvimento regional.

A Camara Federal também aprovou o destaque para permitir que os produtos rurais vinculados à Cédula de Produto Rural sejam considerados bens de capital essenciais à atividade empresarial do emitente e com isso, esses produtos podem ser objeto de ações judiciais e incluídos em processos de recuperação judicial.

 

Continue Lendo

(45) 3284-8080
Central telefônica (45) 9997-0083 - (45) 9997-0067
FM 95,1 (45) 9997-0733 | WhatsApp FM (45) 9997-0532
Técnica AM 970 (45) 9997-0740
Copyright © 2019 Radio Difusora do Paraná.