Conectado com

Geral

Anvisa libera venda de produtos à base de cannabis em farmácias

Divulgação

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou nesta terça-feira a liberação da venda em farmácias de produtos à base de cannabis para uso medicinal no Brasil.

A regulamentação foi aprovada por unanimidade e é temporária, com validade de três anos.

Na mesma reunião da diretoria colegiada do órgão foi rejeitado o cultivo de maconha para fins medicinais no Brasil.

Por 3 votos a 1, a proposta foi arquivada pela agência reguladora e com a decisão, fabricantes que desejarem entrar no mercado precisarão importar o extrato da planta.

Sobre a venda em farmácias, a norma passa a valer 90 dias após sua publicação no “Diário Oficial da União”.

De acordo com a resolução, os produtos liberados poderão ser para uso oral e nasal, em formato de comprimidos ou líquidos, além de soluções oleosas.

O texto não trata do uso recreativo da maconha, que continua proibido.

A regulamentação impede que a cannabis seja manipulada em farmácias de manipulação.

A comercialização ocorrerá apenas em farmácias e drogarias sem manipulação, que venderão os produtos prontos, mediante prescrição médica.

A embalagem dos produtos deve informar a concentração dos principais canabinoides presentes na formulação.

A resolução da Anvisa cria uma nova classe de produto sujeito à vigilância sanitária: “produto à base de cannabis”, ou seja, durante os três anos de validade, os produtos ainda não serão classificados como medicamentos.

A delimitação do intervalo de três anos para validar a norma foi sugerida pelo diretor Fernando Mendes, sob a justificativa de que ainda não há comprovação da eficácia dos tratamentos a base dos produtos: após esse período, uma nova resolução deverá ser editada.

Os produtos liberados pela Anvisa podem ser ou fabricados no Brasil ou importados.

Em nota, a Anvisa disse que os fabricantes que optarem por comprar o insumo no exterior “deverão realizar a importação da matéria-prima semi-elaborada, e não da planta ou parte dela”.

Além disso, de acordo com a norma, “para viabilizar o monitoramento integral dos lotes de produtos e medicamentos da cannabis importados, foram limitados os pontos de entrada dos produtos em território nacional”.

A votação sobre a liberação do cultivo de cannabis no Brasil para uso medicinal vai ocorrer na tarde desta terça: se isso for vetado, o insumo deverá ser obrigatoriamente importado.

A regulamentação aprovada cita que os produtos à base de cannabis ainda precisam passar por testes técnicos-científicos que assegurem sua eficácia, segurança e possíveis danos, antes de serem elevados ao patamar de medicamentos.

Continue Lendo
Publicidade

Geral

2º Churrascada do CONSEG Marechal obtém lucro de quase R$ 23 mil

Dinheiro já está no caixa da entidade a disposição das forças policiais

O Conselho Comunitário de Segurança de Marechal Cândido Rondon – CONSEG – realizou reunião nesta terça-feira (21) para prestação de contas da 2º edição da Churrascada, realizada no dia 11 de março.

O encontro aconteceu na sede da Acimacar e contou com a presença de membros da diretoria, voluntários e parceiros do CONSEG.
A Churrascada serviu cerca de 500 refeições, resultando no lucro de R$ 22.901,79.

O dinheiro já está no caixa da entidade, a disposição das forças policiais.

No encontro de prestação de contas, os comandantes e representantes das forças policiais presentes (PM, Bombeiros, Policia Civil e BPFron), aproveitaram a ocasião e fizeram novos pedidos – especialmente para manutenção de viaturas e de equipamentos, para que às despesas sejam custeadas pelo Conselho, garantindo que os serviços prestados à população não sejam interrompidos.

O presidente Victor Morel reforçou novamente que o Conseg atua no processo de agilização dos serviços. “Apesar da responsabilidade ser do Governo do Estado, processos licitatórios demoram muito e os serviços que são prestados à população ficam a mercê de interferências. Para evitar que isso ocorra, o Conselho custeia os serviços, dando resposta rápida ao problema, evitando danos no atendimento prestado”, explicou o presidente.

Victor Morel também agradeceu a todos envolvidos na 2º Churrascada, que resultou no recorde de arrecadação. “Agradeço a todos os patrocinadores, apoiadores, as pessoas que adquiriram fichas e especialmente aos membros e voluntários do Conseg. O almoço foi um sucesso”, finalizou o presidente da entidade.

Patrocinadores e apoiadores:
Supermercado Cercar,
Supermercado Copagril,
Supermercado Weimann,
Cerdo e Ganado Alimentos,
Fazenda Rieger,
Labordes Tintas,
Aconchego Restaurante,
Avance Sport,
Isepe Rondon,
AACC,
Empreendimentos Cataratas,
Auto Escola do Ila,

Cooperativa Lar – Unidade MCR
Sicredi,
Sicoob.

Continue Lendo

Geral

Acimacar convoca reunião para definir datas e horários de funcionamento das empresas

Encontro está marcado para quinta-feira

 

A fim de definir as datas e horários especiais de funcionamento das empresas do comércio varejista para os anos de 2023 e 2024, a Acimacar  está convocando os empresários para uma reunião  com o Sindicato Empresarial do Comércio Varejista de Marechal Cândido Rondon e Microrregião (Sindicomar).

O evento está agendado  para o  dia 23 de março, próxima quinta-feira, na sede da Acimacar, às 18h30.

A vice-presidente do Comércio da entidade, Geovana da Silva Krause, lembra que a Acimacar não possui poder legal para definir os horários especiais de atendimento do comércio, contudo, atua como mediadora entre os empresários e o Sindicomar.

Geovana  Krause acrescenta que a aprovação desses horários a serem definidos na reunião será homologada posteriormente, sem envolvimento da Acimacar, por meio da negociação entre o sindicato patronal, o Sindicomar, e o Sindicato dos Empregados no Comércio de Toledo e Região (Sindeto), que representa os trabalhadores da categoria.

 

 

Continue Lendo

Geral

Projeto sobre piscicultura tem encontro hoje à tarde em Pato Bragado

Está confirmado para as 14 horas de hoje, na propriedade do produtor Rogério Mundt, em Pato Bragado, a realização do 7º módulo do Projeto “Piscicultura Bragadense”, com o tema: “Industrialização do Pescado e Mercado Local e Regional”.

O projeto é desenvbolvido pela Secretaria de Agricultura, Pecuária e Meio Ambiente de Pato Bragado em conjunto com o curso de Engenharia de Pesca da Unioeste – Campus de Toledo.

A secretária de Agricultura de Pato Bragado, Jaqueline Vanelli, fala da programação de logo mais…..

 

Continue Lendo

(45) 3284-8080
Central telefônica (45) 9997-0083 - (45) 9997-0067
FM 95,1 (45) 9997-0733 | WhatsApp FM (45) 9997-0532
Técnica AM 970 (45) 9997-0740
Copyright © 2019 Radio Difusora do Paraná.