Conectado com

Esportes

Arbitro de judô rondonense participará de seminário internacional em Roatan-Honduras

Divulgação

O Professor Edilson é Árbitro Internacional nível A, que é o maior nível da arbitragem mundial

Edilson Hobold, Diretor do Centro de Ciências Humanas, Educação e Letras da Unioeste – Campus de Marechal Cândido Rondon e responsável pelo Judô Rondonense há quase três décadas, participará no período de 14 a 18 de fevereiro do Seminário Internacional para Árbitros e Técnicos, na ilha de Roatán em Honduras.

Este seminário é promovido pela Federação Internacional de Judô em parceria com a Confederação Pan-americana de Judô e visa a atualização e padronização das regras para todas as competições mundiais.

O Professor Edilson é Árbitro Internacional nível A, que é o maior nível da arbitragem mundial. Segundo ele, a participação neste Seminário é importantíssima, pois, com a proximidade dos Jogos Olímpicos de Tokyo 2020, o entendimento e principalmente a interpretação das regras internacionais é fundamental. “Em Roatán terei a oportunidade de conhecer as mais recentes orientações internacionais sobre as regras e logo em seguida precisarei colocar tudo isto em prática, pois já estou convocado pela Federação Internacional de Judô para arbitrar, no início de março, o Open Panamericano de Barilohe. Esta competição na Argentina reunirá, além dos países de nosso continente, as principais equipes do Judô mundial que estão em plena preparação para os Jogos Olímpicos”, finaliza Hobold.

O Seminário Internacional em Honduras será ministrado pelo espanhol Juan Carlos Barcos, Diretor-chefe Internacional de Arbitragem da Federação Internacional.

O Prof. Edilson agradece o apoio dado ao Judô rondonense pelos parceiros: Unioeste – Campus de Marechal Cândido Rondon, Colégio Luterano Rui Barbosa e Secretaria Municipal de Esporte e Lazer. Agradece ainda a Confederação Brasileira de Judô e a Federação Paranaense de Judô que estão oportunizando a participação neste Seminário Internacional.

Fonte: Aquiagora.net

Continue Lendo
Publicidade

Esportes

Com anuncio de novas medidas, Superintendente de Esportes do Paraná vê futuro incerto para as competições no estado

Divulgação

O Governo do Paraná anunciou ontem (30), a implantação de novas medidas restritivas em sete regiões do estado por 14 dias, a partir desta quarta-feira, para conter o avanço do coronavírus. Marechal Cândido Rondon também foi atingida pelas medidas. O decreto impacta diretamente o esporte Paranaense.

Logo após o anuncio, o Superintendente de Esportes do Paraná, Hélio Wirbinski, participou ao vivo do programa Difusora nos Esportes, para detalhar de que maneira o esporte paranaense será atingido.

Hélio, enxerga um futuro difícil e incerto para o esporte paranaense, principalmente para o futsal..

 

Continue Lendo

Esportes

Oito profissionais do Athletico Paranaense são diagnosticados com coronavírus

Foto: Athletico Paranaense

Oito profissionais do Athletico Paranaense testaram positivo para Covid-19 em exames feitos no sábado.

Os oito profissionais – cujos nomes serão mantidos em sigilo – ficarão duas semanas isolados em suas respectivas casas, sem contato com outras pessoas, antes da realização de novos exames.

Os casos surgem às vésperas da retomada do futebol no estado. Os clubes classificados para as quartas e a Federação Paranaense de Futebol planejam o recomeço do Paranaense em 15 de julho.

Além disso, os clubes da Série A e a Confederação Brasileira de Futebol querem iniciar o Brasileirão em 8 de agosto. As 38 rodadas seriam mantidas, e o campeonato terminaria em fevereiro do ano que vem.

O Athletico iniciou os treinos online, com cada jogador em sua respectiva casa, na primeira semana de maio. E o clube retomou os treinamentos presenciais em 27 de junho. Desde então, o Furacão já tinha realizado três baterias de exames para Covid-19, mas sem divulgar os resultados.

Rádio Difusora do Paraná com Globo Esporte.com

Continue Lendo

Esportes

Saiba porque o Futsal Brasileiro pode perder mais neste momento de Pandemia

A saída do atleta Tom – que até então estava no Pato Futsal – para o exterior, escancarou um problema recorrente no futsal brasileiro: com a valorização da moeda estrangeira, muitos atletas deixam o esporte brasileiro e atravessam o oceano rumo ao exterior.

Mas, nesta temporada totalmente atípica em decorrência da pandemia, esse fluxo de atletas – saindo do Brasil e indo para outros locais do planeta – deve ser maior.

Isso porque no Brasil o número de casos de coronavírus continua em franco crescimento e, consequentemente, os campeonatos seguem paralisados no país, enquanto no exterior, muitas competições já retornaram.

Para o técnico do Foz Cataratas Marlus Sokolowski, o cenário é inserto e pode ser devastador para o futsal brasileiro….

 

Já o goleiro brasileiro Dalton Loch, ex-Copagril Futsal, e que atualmente está no Cazaquistão, atribui este cenário a vários outros fatores……..

 

Quem também comenta sobre o assunto é o Jornalista Esportivo, Osires Nadal Junior…….

 

 

 

Continue Lendo

(45) 3284-8080
Central telefônica (45) 9997-0083 - (45) 9997-0067
FM 95,1 (45) 9997-0733 | WhatsApp FM (45) 9997-0532
Técnica AM 970 (45) 9997-0740
Copyright © 2019 Radio Difusora do Paraná.