Conectado com

Policial

Auditória da Receita Federal de Guaíra é condenada por facilitar contrabando

Ela facilitou o contrabando de 1.601 pneus novos

Uma auditora da Receita Federal, lotada em Guaíra, foi condenada pela Justiça Federal por facilitação de contrabando ao inserir dados falsos em sistema de informações do órgão.

 

A servidora, que não teve o nome revelado, foi condenada à perda do cargo público e à pena de seis anos, oito meses e quinze dias de prisão, a ser cumprida em regime inicial semiaberto.

A denúncia, feita pelo Ministério Público Federal, foi resultado da Operação Volcano deflagrada para apurar eventuais ilícitos praticados por servidores da Receita Federal lotados em Guaíra, que estariam envolvidos em esquema de “exportação fictícia” de pneus.

De acordo com a denúncia oferecida pelo Ministério Público, a auditora facilitou o contrabando de 1.601 pneus novos destinados à exportação, mas recolocados no mercado nacional em favor de terceiro.

Os fatos ocorreram nos dias 17 e 19 de janeiro de 2007.

Os despachos de exportação desembaraçados pela auditora diziam respeito a pneus Pirelli que se destinavam ao Paraguai.

Os pneus saíram da indústria, foram para as dependências de uma transportadora totalmente descarregados, desviados para o mercado interno, e a parte restante carregada em outros veículos que seguiram para a fronteira.

A quantidade de pneus desviada foi apurada por sindicância investigativa e constituiu aproximadamente metade de cada carga.

De acordo com a denúncia do Ministério Público Federal, a análise das Declarações de Exportação indicam que, na maioria delas, não seria razoável admitir que a servidora não tivesse percebido a ausência de grande quantidade de pneus dos carregamentos declarados à exportação, ainda que a fiscalização se desse por amostragem ou por volume, uma vez que era grande a discrepância entre o número de pneus declarados e o efetivamente exportado.

A Justiça apurou que houve concurso de crimes, pois a conduta tipificada no artigo 313-A do Código Penal foi verificada em um intervalo de dois dias.

A ré poderá apelar em liberdade.

Continue Lendo
Publicidade

Geral

Segurança Pública arrecada donativos para ajudar no combate ao coronavírus

Todas as unidades da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros passam a ser pontos de arrecadação de donativos para ajudar no combate ao coronavírus.

 A prioridade é álcool em gel, máscaras e luvas 

A ação é da Coordenadoria Estadual de Defesa Civil com apoio das corporações de segurança pública do estado, de secretarias estaduais e autarquias para obter materiais de higiene e alimentos não perecíveis.

O esforço faz parte das ações que o Governo do Estado promove para minimizar o impacto da pandemia no Paraná.

A prioridade da campanha é arrecadação de álcool gel, máscaras e luvas.

O objetivo é suprir a necessidade das pessoas que fazem parte do grupo de risco de contaminação pelo vírus – idosos acima de 60 anos -, famílias em vulnerabilidade social, unidades hospitalares dos municípios do estado e instituições filantrópicas.

Há uma parceria com a Secretaria da Justiça, Família e Trabalho, que possui o controle junto aos municípios de entidades que atendem idosos e outras pessoas em vulnerabilidade social, de forma que o atendimento a essas famílias possa ser operacionalizado.

Assim, os materiais chegam aos que mais necessitam.

Os materiais mais necessários são álcool 70%, gel ou líquido, caixa de luvas descartáveis, caixas de máscaras descartáveis, sabão em barra, sabonete em barra e líquido, ou outros itens como cestas básicas e alimentos não perecíveis.

As pessoas podem ir aos quartéis para fazer a entrega dos materiais, mas sempre observando as recomendações da Secretaria Estadual da Saúde para evitar aglomerações e outras situações que possam estimular a disseminação do vírus.

A distribuição dos produtos arrecadados será feita de maneira coordenada com as demais Secretarias e órgãos de Estado, atendendo também a necessidade dos municípios.

O controle de quantidade de material e sua destinação, assim como locais beneficiados com a arrecadação será feito de acordo com as demandas e a necessidade pelos produtos.

 

Continue Lendo

Policial

Ossada humana é encontrada as margens do Rio Paraná em Guaíra

Uma ossada humana foi localizada por um pescador na beira do Lago de Itaipu em Guaíra.

O 3º Pelotão da Polícia Militar recebeu um chamado nesta quinta-feira para se deslocar até a Vila Malvina.

Segundo o solicitante, ele estava indo pescar no local conhecido como Três Coqueiros, no Bairro Santa Clara, quando encontrou os ossos humanos devido o baixo nível do rio.

Devido à dificuldade de acesso via terrestre, a Marinha do Brasil foi acionada para prestar apoio.

A Polícia Civil esteve no local para fazer a perícia e os ossos foram recolhidos pelo Instituto Médico Legal de Toledo.

Continue Lendo

Policial

PRF intercepta veículo e apreende 21 quilos de maconha

A Polícia Rodoviária Federal apreendeu 21,5 quilos de maconha nesta quinta-feira, em Céu Azul.

A droga, que estava dentro de uma mala, era transportada em um automóvel Cobalt, que foi abordado em frente à unidade operacional da PRF, na BR-277.

Com idades entre 22 e 35 anos, os detidos foram encaminhados pela PRF para a Delegacia da Polícia Civil em Céu Azul.

No bolso do motorista, morador de Foz do Iguaçu, também havia uma pequena porção de maconha, que ele alegou ser para consumo próprio.

A mala seria de um dos passageiros, que a entregaria em Curitiba: os passageiros declararam morar em Itapoá (SC).

O motorista alegou que conheceu a dupla, que estava hospedada em um hotel de Foz do Iguaçu, através de um aplicativo de caronas de longa distância: o destino final dele seria Ecoporanga, no Espírito Santo.

Continue Lendo

(45) 3284-8080
Central telefônica (45) 9997-0083 - (45) 9997-0067
FM 95,1 (45) 9997-0733 | WhatsApp FM (45) 9997-0532
Técnica AM 970 (45) 9997-0740
Copyright © 2019 Radio Difusora do Paraná.