Conectado com

Geral

Centro Jurídico de Solução de Conflitos apresenta bons resultados na Comarca

Foto: TJPR

Em parceria com a Faculdade Isepe, o Poder Judiciário da Comarca de Marechal Cândido Rondon vai ampliar a estrutura do Centro Jurídico de Solução de Conflitos.

 

A juíza da Vara dos Juizados Especiais da Comarca de Mal. Cândido Rondon, Berenice Ferreira Silveira Nassar, demonstra satisfação ao falar sobre o trabalho do Centro Jurídico de Solução de Conflitos.

O Cejusc é uma forma de solução de conflitos na qual uma terceira pessoa, neutra e imparcial, facilita o diálogo entre as partes, para que elas construam, com autonomia e solidariedade, o melhor acordo.

A mediação é um procedimento estruturado, não tem um prazo definido e pode terminar ou não em acordo, pois as partes têm autonomia para buscar soluções que compatibilizem seus interesses e necessidades.

O Centro Jurídico de Solução de Conflitos foi implantado no Poder Judiciário da Comarca de Marechal Cândido Rondon há cerca de um ano e meio e os resultados alcançados são considerados positivos.

Os mediadores e conciliadores atuam de acordo com princípios fundamentais da confidencialidade, decisão informada, competência, imparcialidade, independência e autonomia.

As mediações envolvem ações judiciais das Varas Cível e da Família, sendo as principais delas sobre pensões alimentícias, regularização de guarda e convivência entre pais e filhos, indenizações e cobranças.

De acordo com a juíza Berenice Ferreira Silveira Nassar, que coordena o trabalho do Cejusc, o índice de acordos firmados entre as partes é bastante elevado.

Ela acrescenta que providências já estão sendo tomadas com o propósito de ampliar a estrutura à Faculdade Isepe Rondon..

 

Geral

Rondonense vítima de acidente de trânsito está em coma induzido em hospital de Toledo

O rondonense Marcio Bauermann, de 42 anos, segue em coma induzido no Hospital Campagnolo, na cidade de Toledo.

Ele foi vitima de acidente de trânsito e resultou com fraturas de costelas e traumatismo craniano.

O rondonense está em coma induzido e conforme familiares, os médicos aguardam o prazo de até 72 horas, para que o inchaço do cérebro  possa retroceder.

O acidente aconteceu no ultimo domingo (31) na estrada municipal que liga a sede rondonense ao distrito de Margarida.

Marcio era o condutor de um automóvel Ecosport, que tinha como passageiros seu pai de 70 anos – que sofreu ferimentos leves; sua mãe de 68 que teve fratura de tórax mas está bem; e sua filha de 14 anos que nada sofreu.

Ao deixar o distrito de Margarida sentido a Marechal, o carro ficou desgovernado, saiu para o acostamento e quando retornou para a pista capotou.

Marcio resultou com ferimentos graves e deu entrada no Hospital Rondon; depois foi transferido para o Hospital Campagnolo, da cidade de Toledo, onde segue em coma induzido.

 

Continue Lendo

Geral

Dengue recua em Pato Bragado, mas medidas preventivas devem ser mantidas

Apenas o frio não elimina a circulação do mosquito

O mês de maio apresentou uma redução significativa dos casos de dengue em Pato Bragado, proporcionando um certo alívio à Secretaria Municipal de Saúde, já que nos primeiros cinco meses do ano, foram registrados 355 casos positivos.

Os boletins mensais da Secretaria de Saúde apontaram um crescimento contínuo dos casos.

Em janeiro foram 12, fevereiro o número já chegou a 88, em março foram registrados 128 casos e abril outros 117.

O município vivia a situação de uma epidemia da doença.

A circulação autóctone do vírus transmitido pelo mosquito Aedes aegypti causou o aumento do número de hospitalizações e situações graves, considerando ainda que as pessoas com a doença, apresentam imunidade baixa e são mais suscetíveis a contrair o coronavírus.

Em maio apenas 10 novos casos foram registrados, no entanto, a preocupação em relação à doença continua e de forma acentuada, conforme o agente de endemias, Walmir Ortiz.

Ele explica que com a realização dos três ciclos do fumacê, por todas as ruas, emitindo baixas doses de um inseticida novo, aliado ao trabalho diário de busca ativa, realizada por cinco agentes nas residências, sendo duas contratadas de forma emergencial, foi possível eliminar a maior parte dos mosquitos.

Ortiz conta que o frio não elimina, apenas diminui a circulação do mosquito e se a população não ajudar a acabar com os criadouros, os ovos depositados e intactos até mesmo por meses, vão eclodir, dando origem a um novo ciclo do mosquito da dengue.

Considera ainda que no inverno ocorre a redução da circulação viral, mas as pessoas não devem descuidar, pois é neste momento que é preciso redobrar a atenção quanto às medidas preventivas contra a doença, em calhas, cisternas que devem ser vedadas na entrada e saída e todos os pontos que possam acumular água.

Continue Lendo

Geral

Auxílio emergencial: como conferir se o CPF foi usado em uma fraude

Marcello Casal Jr - Agência Brasil

Brasileiros podem consultar página do benefício para verificar dados

Os brasileiros que suspeitam de fraudes no pedido de auxílio emergencial com o uso dos seus dados podem consultar a página do benefício para verificar as informações.

Nessa página, o cidadão deve informar CPF, nome completo, nome da mãe e data de nascimento.

Segundo o tutorial para consultar a situação do benefício, há cinco respostas possíveis para o pedido de auxílio que podem ajudar a entender se há algo de errado com o cadastro.

Confira as respostas possíveis indicadas no tutorial:

Benefício aprovado: Significa que o cidadão é elegível a receber o auxílio emergencial. A data de envio para a Caixa não representa a data efetiva do pagamento do benefício. O calendário de pagamento dos beneficiários deverá ser consultado diretamente no site da Caixa.

Benefício não aprovado: Significa que o cidadão não é elegível a receber o auxílio emergencial. Na mesma tela, o cidadão poderá verificar qual critério não foi atendido, motivo que causou a sua inelegibilidade ao benefício.

Requerimento não encontrado: Caso o requerimento do cidadão ainda não tenha sido recebido pela Dataprev, é apresentada a mensagem “Requerimento não encontrado”.

Requerimento retido: A mensagem significa que o cadastro foi retido pela equipe de homologação do Ministério da Cidadania em função da complexidade de cenários e cruzamentos. Com isso, será realizado novo reprocessamento das informações pela Dataprev.

Dados inconclusivos: Caso o sistema identifique problemas nos dados do cidadão que impeçam a análise para concessão do benefício, o sistema vai orientar que se realize um novo requerimento no site da Caixa para complementar ou confirmar seus dados cadastrais ou de sua família.

Assim, observando essas respostas, é possível saber se alguém usou os dados indevidamente para pedir o benefício.

Segundo o Ministério da Cidadania, em casos suspeitos de fraude no auxílio emergencial, o cidadão deve registrar denúncia no sistema Fala.Br (Plataforma integrada de Ouvidoria e Acesso à Informação da Controladoria Geral da União – CGU), disponível na internet ou pelos telefones 121 ou 0800 7070 2003.

Fonte: Agência Brasil

Continue Lendo

(45) 3284-8080
Central telefônica (45) 9997-0083 - (45) 9997-0067
FM 95,1 (45) 9997-0733 | WhatsApp FM (45) 9997-0532
Técnica AM 970 (45) 9997-0740
Copyright © 2019 Radio Difusora do Paraná.