Conectado com

Política

Comissão da Assembleia adia votação de fim de licença-prêmio

Thea Tavares/Alep/divulgação

Sob pressão dos servidores, que compareceram em peso na sessão de ontem, os deputados da Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia Legislativa decidiram adiar, pela segunda vez consecutiva, a votação de parecer sobre a proposta do governo que extingue a licença-prêmio do funcionalismo público estadual.

Na semana passada, a CCJ já havia adiado a votação do parecer do deputado estadual Tiago Amaral (PSB), favorável à proposta, após um pedido de vistas de diversos parlamentares.

Atualmente, por lei, os funcionários públicos estaduais têm direito a três meses de licença remunerada a cada cinco anos trabalhados: quando não tiram essa licença, eles podem receber o equivalente em dinheiro.

A proposta do governo prevê a extinção do benefício, e a quitação do passivo das licenças-prêmio, que segundo o Executivo, chegaria a quase 3 bilhões de reais.

Ainda de acordo com o governo, considerando a média de licenças especiais, em caso de não aprovação do projeto de Lei, o Estado teria um aumento anual de mais de385 milhões de reais nesse passivo.

A medida sofre resistência entre os deputados da própria base do governo, inclusive a chamada “bancada da bala”, que representa policiais militares e civis.

Na segunda-feira, as direções da Associação dos Delegados de Polícia do Paraná (Adepol) e do Sindicato dos Delegados de Polícia (Sidepol) divulgaram uma carta conjunta criticando a proposta.

O documento disse que “medidas como essa geram a desvalorização do servidor e a consequente desmotivação das categorias, além de não resolver o problema financeiro do Estado, que se agrava com a repartição orçamentária que privilegia os demais poderes e Ministério Público, em franco prejuízo aos cofres do Poder Executivo e sociedade”, e que “a situação financeira do estado se agrava também em razão das contratações cada vez mais desmedidas de apadrinhados políticos.”

Um dos parlamentares da “bancada da bala”, o Coronel Lee (PSL), já manifestou a intenção de apresentar uma emenda para manter o direito à licença-prêmio para os policiais militares.

Continue Lendo
Publicidade

Agricultura

Departamento de Agricultura dos EUA prevê aumento da produção de carne brasileira

O escritório no Brasil do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos emitiu um relatório em que prevê um aumento de 3,4% na produção de carne bovina brasileira neste ano.

Em volume de produção, a estimativa é de um incremento de 10,5 milhões de toneladas, conforme a previsão do órgão.

Para os técnicos da USDA no Brasil, o aumento da produção é devido ao aumento da produtividade, aos níveis recordes de exportação e na alta demanda interna.

Em relação a carne suína, a estimativa do USDA é ainda maior.

São projetados elevação na casa dos 4,5% na produção, atingindo níveis recordes de aproximadamente 4,2 milhões de toneladas.

O incremento na carne suína é muito influenciado em razão das exportações para a China, a intensa demanda doméstica e ao que o USDA classifica como estáveis, mas relativamente mais altos para este ano, custos de alimentação dos animais.

O relatório do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos estima ainda que a economia brasileira deva crescer 2% neste ano, com declínio da inflação e das taxas de desemprego, aliado a um aumento do poder de compra dos brasileiros.

Apesar disso, os níveis de incerteza estão tendo um aumento considerável desde o último mês, em razão do impacto do Novo Coronavírus no país chinês, principal mercado internacional da carne brasileira.

No entanto, os exportadores brasileiros seguem otimistas quanto as exportações de carne de gado e suína produzidas no Brasil em 2020.

As bases para os percentuais de previsão de aumento da produção de carne bovina e suína brasileira projetadas pelo órgão norte-americano são embasadas pelos fatores já citados, como aumento da exportação e demanda interna em crescimento.

Além disso, conforme o USDA, há perspectivas positivas para as safras de soja e milho no Brasil, o que pode contribuir para manter estáveis os custos de produção animal, mesmo que em patamares mais elevados no comparativo com anos anteriores.

Por outro lado, as incertezas se concentram na variabilidade das taxas de comércio internacional, no acordo comercial entre Estados Unidos e China e no impacto do Novo Coronavírus.

Continue Lendo

Geral

Entre Rios investe para solucionar problemas com abastecimento de água

Ao longo do ano deverão ser sanados os problemas relativos ao abastecimento de água na sede municipal de Entre Rios do Oeste.

Na viagem feita a Curitiba na semana passada, o prefeito Jones Heiden assinou convenio com o governo do Estado, visando a perfuração de poços artesianos.

Também está sendo trabalhado, confirma o prefeito Jones, o projeto de ampliação da reserva de água, com a construção de mais duas unidades armazenadoras….

 

Continue Lendo

Geral

Horário de atendimento na Farmácia Básica será ampliado até a meia-noite

Assessoria

A partir do dia 02 de março, Farmácia Básica vai atender das 7 da manhã a meia noite.

A partir do dia 02 de março, a Farmácia Básica de Marechal Rondon, anexa ao CIS – Centro Integrado de Saúde – contará com horário de atendimento estendido.

Atualmente, funciona das 7h às 12h e das 13h30 às 17h, e passará a atender das 7h às 00h.

De acordo com a secretária de Saúde, Marciane Specht, a necessidade de ampliação do horário de atendimento da Farmácia Básica é antiga.

Ela explica que há anos que a população pede por essa ampliação de horário.; muitas pessoas consultam no período noturno tanto na UPA 24 Horas, como também, recebem alta do Hospital Cruzatti, e precisam logo se medicar e com essa novidade, poderão buscar o seu remédio durante à noite.

Marciane destaca que o atendimento geral, com a entrega de itens do Estado, que vai desde sonda, alimentação parenteral e demais itens, além da parte do município, como fraldas, dietas especiais e outras coisas, poderão ser retirados na Farmácia Básica até às 19h.

Das 19h às 00h, haverá apenas a entrega de medicamentos da Farmácia Básica; enquanto os demais itens não serão disponibilizados.

No horário noturno, o atendimento será feito por uma farmacêutica concursada.

Atualmente, quatro farmacêuticos se dividem nas escalas diárias somente na Farmácia Básica.

Continue Lendo

(45) 3284-8080
Central telefônica (45) 9997-0083 - (45) 9997-0067
FM 95,1 (45) 9997-0733 | WhatsApp FM (45) 9997-0532
Técnica AM 970 (45) 9997-0740
Copyright © 2019 Radio Difusora do Paraná.