Conectado com

Política

Depois de polêmicas, presidente Bolsonaro anuncia sua saída do PSL

O presidente Jair Bolsonaro anunciou nesta terça-feira a aliados que vai deixar o PSL e que vai trabalhar para criar um novo partido, chamado Aliança pelo Brasil.

Ele também vai criar o partido “Aliança pelo Brasil” 

A informação foi dada por deputados que participaram de reunião no Palácio do Planalto com o presidente.

A deputada Bia Kicis disse esperar que Bolsonaro presida o novo partido.

Segundo ela, a primeira convenção da sigla será realizada em 21 de novembro e o senador Flávio Bolsonaro sairá de imediato do partido.

O deputado Daniel Silveira afirmou que a ideia dos deputados é permanecer no PSL até que a criação da nova legenda seja formalizada.

Os advogados de Bolsonaro estimam que vão conseguir entregar, até março do ano que vem, as cerca de 500 mil assinaturas exigidas pelo Tribunal Superior Eleitoral para criação de nova sigla.

A ideia é viabilizar o partido a tempo de lançar candidatos às eleições municipais de 2020, o que exige aprovação na corte eleitoral até abril.

De acordo com o deputado Daniel Siqueira, o TSE ainda não confirmou, “mas vai” permitir que a coleta das assinaturas necessárias seja feita por meio de um aplicativo para dispositivos móveis.

A disputa interna do PSL veio à tona em 8 de outubro.

Naquele dia, na porta do Palácio da Alvorada, Bolsonaro criticou o presidente do partido, Luciano Bivar, a um pré-candidato a vereador do Recife, em Pernambuco.

A partir daí, houve uma série de farpas trocadas entre os dois grupos antagônicos que se formaram entre os correligionários.

Continue Lendo
Publicidade

Geral

Abaixo assinado denuncia diretora e professora “fazendo política” em sala de aula em Margarida

Aluno gravou vídeo e pais se organizaram pedindo providências

Um abaixo assinado foi organizado por pais de alunos do Colegio Estadual do Campo Margarida, distrito de Marechal Rondon, que denunciam manifestações politicas dentro da sala de aula.

         Essas manifestações foram feitas, conforme o documento, pela diretora e por uma professora do educandário.

         O abaixo assinado denuncia que durante aula do 2º ano do ensino médio, nesta quinta-feira (06) um aluno filmou as servidoras publicas “fazendo politica” em sala de aula, manifestando e argumentando motivos contra determinado candidato a presidência da republica e defendendo o voto para outro candidato.

         O vídeo vazou para grupos de whatssap, e um grupo de pais, se organizou para elaboração do documento que circula junto aos demais envolvidos no distrito de Margarida, solicitando providencias urgentes, diante do argumento de que essas manifestações politicas não condizem com as funções da diretora e professora, em especial neste caso, aos alunos, muitos menores de idade.

Continue Lendo

Política

Lula e Bolsonaro devem receber confirmações de apoio ainda hoje

PDT, PSDB e Cidadania fazem reuniões durante o dia

 

As cúpulas de PDT, PSDB e Cidadania farão reuniões hoje  para definir quem apoiarão no segundo turno para presidente da República.

O ex-presidente Lula  e o presidente Jair Bolsonaro  receberam 91,6% dos votos e vão disputar o segundo turno das eleições deste ano.

Com 99,9% das urnas apuradas até  a manhã desta terça, Lula havia recebido 57 milhões e 200 mil  votos (48,4%), e Bolsonaro, 51,07 milhões de votos (43,2%).

No primeiro turno, PSDB e Cidadania apoiaram a candidatura de Simone Tebet (MDB).

No domingo , assim que foi confirmado o segundo turno entre Lula e Bolsonaro, Tebet fez um pronunciamento no qual não informou quem iria apoiar, mas disse que a decisão já estava tomada e que ela ficará “ao lado do povo”.

Já o PDT teve o ex-governador do Ceará,  Ciro Gomes como candidato a presidente.

Durante a disputa, disse que “qualquer imbecil” sabe as diferenças entre Lula e Bolsonaro, mas criticou os dois candidatos com frequência, afirmando que os dois buscariam implementar o mesmo modelo econômico.

As decisões relacionadas a quem apoiar no segundo turno, devem ser anunciadas até o final da tarde.

Continue Lendo

Política

Juiz eleitoral esclarece sobre proibições na campanha do 2º turno eleitoral

Conforme prevê a Resolução  do Tribunal Superior Eleitoral  a propaganda eleitoral no segundo turno  para presidente da República será veiculada na televisão de segunda à sábado das 13  às 13h10 e das 20h30 às 20h40.

No rádio, a propaganda para presidente vai ao ar de 7h às 7h10 e de 12h às 12h10.

De acordo com o artigo 62, o candidato que obteve maior votação no primeiro turno, no caso Lula,  será o primeiro a se apresentar, seguindo a alternância da ordem a cada programa ou inserção.

Além disso, as emissoras devem reservar, de segunda a domingo, 25 minutos para cada cargo em disputa para veiculação das inserções de 30 e 60 segundos ao longo da programação.

Sobre as proibições em relação a campanha, a  juíza da 121 zona eleitoral, Dra. Berenice Nassar, explica…

 

Continue Lendo

(45) 3284-8080
Central telefônica (45) 9997-0083 - (45) 9997-0067
FM 95,1 (45) 9997-0733 | WhatsApp FM (45) 9997-0532
Técnica AM 970 (45) 9997-0740
Copyright © 2019 Radio Difusora do Paraná.