Conectado com

Geral

Itaipu investe R$ 26,6 milhões em escolas estaduais do Paraná

Investimentos contemplam 15 escolas do Paraná. Foto ilustrativa de Taylor Wilcox para o Unsplash.

A Itaipu Binacional está investindo um total de R$ 26,6 milhões em iniciativas que beneficiarão cerca de 12 mil pessoas, entre professores e estudantes das escolas estaduais do Paraná. Os convênios foram celebrados com a Secretaria de Estado da Educação (SEED).

Ao todo, serão contempladas 15 escolas dos núcleos regionais de Foz do Iguaçu, Cascavel e Toledo. São quatro escolas cívico-militares e outras 11 de ensino profissionalizante. A iniciativa está alinhada à missão de Itaipu, que prevê o estímulo ao desenvolvimento regional sustentável.

Os recursos serão aplicados em reformas de infraestruturas, capacitação de profissionais, aquisição de equipamentos, mobiliário e material didático. A Fundepar – Instituto Paranaense de Desenvolvimento Educacional é a autarquia responsável pela execução das obras, que devem ser concluídas até dezembro de 2023. As instituições de ensino ficam em Cascavel, Foz do Iguaçu, Medianeira, Palotina, Toledo e Rolândia.

Para o ensino profissionalizante está prevista a elaboração de três planos para novos cursos. São eles: Técnico em Agronegócio, Técnico em Desenvolvimento de Sistemas e Técnico em Agendamento de Viagens.

Dos colégios militares incluídos no projeto, dois ficam em Cascavel (Colégio Estadual Cataratas e Colégio Estadual Professora Júlia Wanderley), um em Rolândia (Colégio Professor José Alexandre Chiarelli) e outro em Foz do Iguaçu (Colégio Cívico Militar Tancredo Neves). Nesses prédios, as obras atenderão às diretrizes do Programa Nacional de Escolas Cívico-Militares, incluindo adequações de acessibilidade.

“São ações que reforçam nosso trabalho na área de responsabilidade social, parte de nossa missão institucional”, afirma o diretor-geral brasileiro da Itaipu, general João Francisco Ferreira. “Investir em educação é investir na construção de pessoas melhores e em um futuro mais promissor.”

Avanço


Encontro discutiu as obras e atividades nas escolas contempladas. Foto: Silvana da Silva Paco

Na semana passada, representantes da Diretoria de Coordenação da Itaipu e da Fundepar se reuniram para alinhar detalhes acerca da execução das obras nas 15 escolas. Participaram da reunião o diretor presidente da Fundepar, Marcelo Bueno, a equipe técnica de engenheiros responsáveis pelo Núcleo Regional de Educação de Foz do Iguaçu e o major Marcos Aparecido de Souza, gestor militar do Colégio Mitre de Foz do Iguaçu. Pela Itaipu, estiveram presentes a gerente da Divisão de Educação Ambiental, Leila Alberton, e o gestor do convênio, Gilmar Secco.

No encontro foram alinhados detalhes do planejamento e da contratação de serviços de engenharia para os serviços, que devem iniciar nos próximos meses e ser concluídos até 2023.

 

Fonte: Itaipu

Continue Lendo
Publicidade

Geral

Ministra defende a evolução dos sistemas alimentares com circunstâncias locais

Durante a Pré-Cúpula de Sistemas Alimentares, ontem  em Roma, a ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, disse que as perspectivas dos países das Américas devem ser não apenas ouvidas, mas também incorporadas às narrativas que estão sendo produzidas.

Segundo ela, é necessário reconhecer a diversidade de sistemas produtivos e de caminhos para torná-los mais sustentáveis..

 

O evento em Roma  foi promovido pelo Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura , na Embaixada do Brasil na capital italiana, e teve como objetivo apresentar o documento “Principais mensagens no caminho para a Cúpula das Nações Unidas sobre os Sistemas Alimentares na perspectiva da agricultura das Américas”.

A ministra também falou sobre os princípios estruturantes do debate sobre sistemas alimentares, como o papel fundamental do comércio internacional e a ciência e inovação como ferramentas para avançar no desenvolvimento de boas práticas sustentáveis.

Segundo ela, a agricultura não pode ser colocada como a única responsável pelo aquecimento global…

 

Continue Lendo

Geral

PRF programa novo leilão de veículos apreendidos

Entre carros e motocicletas são 360 itens

 

A Polícia Rodoviária Federal vai leiloar 360 veículos apreendidos no Paraná , dando oportunidade para quem procura investir em um carro usado com preços abaixo dos praticados no mercado, já que muitos deles poderão voltar a circular.

O pregão também oferecerá veículos em condição de sucata aproveitável, que poderão ser adquiridos pelas empresas de comércio de peças usadas, e veículos com sucatas inservíveis, que precisam ser prensados e a comercialização de peças é proibida.

Os lances são feitos pela internet (clique aqui).  até o momento dos leilões exclusivamente on-line.

O leilão ocorrerá de 30 de julho até 7 de agosto pela empresa Kronberg Leilões,  com automóveis e motocicletas.

Aos interessados em adquirir os veículos para circulação, o leiloeiro aconselha visitar os carros e motos antes de dar o lance, além de se informar sobre datas.

De acordo com ele “ um veículo destinado à circulação não significa que basta arrematar e sair rodando. Isso só pode ser feito depois que o veículo é transferido para o nome do arrematante, cujo prazo  não é curto, podendo demorar de 60 a 90 dias entre a compra e a possibilidade de transferência para o nome, porém o leiloeiro e a PRF liberam o veículo para o arrematante ir arrumando o que precisar e fazer reparos necessários, com todo tempo disponível antes.”

Os 360 veículos são distribuídos em lotes e o edital do leilão foi publicado e está disponível no site da Kronberg Leilões, com detalhes dos veículos, os locais e horário para a visitação, lances iniciais, além de direitos e responsabilidades dos arrematantes.

 

Com informações: Paraná Portal

Continue Lendo

Geral

Paraná recebe 298,2 mil vacinas da AstraZeneca; lote contém apenas segundas doses

Foto: Gilson Abreu/AEN

As doses da AstraZeneca/Fiocruz devem ser destinadas integralmente para a segunda dose da 20ª e da 21ª remessa, que atendeu os grupos de comorbidades, pessoas com deficiência permanente, trabalhadores do transporte aéreo, trabalhadores portuários, forças de segurança e salvamento e forças armadas.

 

O Ministério da Saúde enviou na noite desta terça-feira (27) mais 298.250 vacinas contra a Covid-19 da AstraZeneca/Fiocruz ao Paraná. Este foi o terceiro envio do governo federal ao Estado em um único dia. Durante a tarde chegaram 233 mil vacinas, sendo 170 mil doses de CoronaVac/Butantan e 63 mil da AstraZeneca/Covax.

As doses da AstraZeneca/Fiocruz devem ser destinadas integralmente para a segunda dose da 20ª e da 21ª remessa, que atenderam os grupos de comorbidades, pessoas com deficiência permanente, trabalhadores do transporte aéreo, trabalhadores portuários, forças de segurança e salvamento e forças armadas.

As doses fazem parte da 32ª pauta de distribuição do Ministério da Saúde, que contempla o Paraná com 649.420 doses, sendo 298.250 AstraZeneca/Fiocruz, 63 mil AstraZeneca/Covax, 118.170 Pfizer/BioNTech e 170 mil CoronaVac/Butantan.

Resta somente o envio do lote da Pfizer, que deve chegar nesta quarta-feira (28) às 19h10 no Aeroporto Internacional Afonso Pena, em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba.

Até a noite desta terça-feira (27), o Paraná aplicou 7.677.518 vacinas contra a Covid-19, sendo 5.579.644 primeiras doses e 2.097.874 segundas doses ou dose única. O Estado vai somar, com o envio integral da 32ª pauta, 9.671.370 doses recebidas do Ministério da Saúde.

 

Fonte: AEN

Continue Lendo

(45) 3284-8080
Central telefônica (45) 9997-0083 - (45) 9997-0067
FM 95,1 (45) 9997-0733 | WhatsApp FM (45) 9997-0532
Técnica AM 970 (45) 9997-0740
Copyright © 2019 Radio Difusora do Paraná.