Conectado com

Geral

Loja Maçônica de Mal. Rondon se unem contra o modelo do pedágio

Ela conclama o povo a dizer “não” ao modelo proposto

 

A Loja Maçônica Quintino Bocaiúva, do município de Marechal Cândido Rondon, se soma ao movimento criado por mais de uma centena de entidades da região Oeste, o qual se posiciona contra o atual modelo de pedágio que o Governo Federal pretende implantar a partir de 2022 no Paraná, e que irá vigorar pelos próximos 30 anos.

Segundo nota enviada pela organização, o sistema de concessão de rodovias às concessionárias por outorga, e não somente pela menor tarifa para os usuários, é visto como prejudicial aos paranaenses, que vão ter poucas mudanças na redução efetiva do preço, além de não garantir as obras de duplicação que todos aguardam.

Ressalta-se, ainda, que existe a previsão de serem criadas 15 novas praças de pedágio.

O setor produtivo e a população paranaense em geral sofreram amargamente com as tarifas altíssimas cobradas nos últimos 25 de todos aqueles que transitam pelas principais rodovias que cortam o Estado.

A esse triste fato soma-se a não realização da grande maioria das obras de duplicação que haviam sido prometidas quando da concessão das rodovias à iniciativa privada.

Do contrato firmado entre Estado e concessionárias na década de 1990 a população pouco pôde saber, mas operações recentes da Justiça e da polícia revelaram um esquema criminoso envolvendo agentes públicos e as empresas, cuja conta final acabou sendo paga mais uma vez pelos paranaenses.

As audiências públicas promovidas nos últimos dias pela Assembleia Legislativa, sobre o novo modelo do pedágio, deram voz ao desejo da população: todos estão cansados de pagar um preço alto sem receber serviços e estradas seguras.

Por isso, a Loja Maçônica Quintino Bocaiúva se soma à sociedade paranaense que diz “NÃO” ao novo modelo de pedágio e pede as autoridades federais, estaduais e municipais ouçam a voz do povo!

 

Continue Lendo
Publicidade

Geral

Homem de 68 anos cai da escada e bate a cabeça em residência na Vila Gaúcha

Ele sofreu um corte e foi encaminhado para atendimento na UPA Marechal

 

Um rondonense de 68 anos foi vitima de acidente doméstico na manhã desta quarta-feira (23) em uma residência na rua Continental, bairro Vila Gaucha.

O Corpo de Bombeiros foi acionado e socorreu o homem que subiu em uma escada e sofreu queda, batendo a cabeça na calçada.

Ele sofreu um corte e foi encaminhado para atendimento na UPA Marechal: está consciente e num primeiro momento, o estado de saúde é satisfatório.

O rondonense de 68 anos será submetido agora a uma bateria de exames.

 

Continue Lendo

Geral

Vereadores defendem aquisição de estrutura para cirurgias urológicas pelo Ciscopar

Assessoria

Requerimento apresentado por vereadores rondonenses, solicita que a administração municipal incentive que o Consórcio Intermunicipal de Saúde – Ciscopoar adquira equipamentos necessários para a realização de cirurgias urológicas a laser, em especial a fragmentação dos cálculos renais e ureterais altos.

O requerimento, aprovado ontem, é de autoria dos vereadores Rafael Heinrich,Pedro Rauber, Gordinho do Suco, Dionir Briesch, Suko, Neco, Paleta e Vanderlei Sauer.

Atualmente, os pacientes com diagnóstico de cálculos renais atendidos pelo SUS na área de atuação do Ciscopar passam por cirurgias mais invasivas, que exigem maiores cuidados e a permanência em internação hospitalar.

Já as cirurgias a laser são menos invasivas, exigindo menores cuidados pós-operatórios e sem necessidade de permanência em internamento hospitalar, pois a liberação do paciente ocorre no mesmo dia da cirurgia.

Um dos autores do pedido, o vereador Rafael Heinrich, fala da necessidade de melhor estrutura para este tipo de cirurgia……

 

Continue Lendo

Geral

Índios fazem manifestação nesta quarta-feira (23) em Guaira

 

Nova manifestação indígena está acontecendo na manhã desta quarta-feira (23) no município de Guaíra.

Cerca de 300 indígenas estão marchando, desde a área de aldeiamento até a sede do Ministério Publico Federal.

Dezenas de policiais, de diversas forças instaladas na fronteira, acompanham a manifestação, que até o momento transcorre de forma pacífica.

Foi apurado com a Policia Federal de Guaíra, que a manifestação é contra o projeto de lei que quer alterar a regulamentação dos processos de demarcação de áreas indígenas.

 

Continue Lendo

(45) 3284-8080
Central telefônica (45) 9997-0083 - (45) 9997-0067
FM 95,1 (45) 9997-0733 | WhatsApp FM (45) 9997-0532
Técnica AM 970 (45) 9997-0740
Copyright © 2019 Radio Difusora do Paraná.