Conectado com

Geral

Ministro da Educação, Abraham Weintraub, anuncia saída do cargo em vídeo com Bolsonaro

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, em foto de arquivo — Foto: Gabriel Jabur/MEC/Divulgação

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, anunciou nesta quinta-feira (18) que deixará o cargo. A confirmação foi dada em um vídeo publicado por Weintraub, em que o ministro aparece ao lado do presidente Jair Bolsonaro. O nome do substituto não foi informado.

Nesta quarta, a comentarista do G1 e da GloboNews Cristiana Lôbo informou que o governo pretende indicar Weintraub para o Banco Mundial, em Washington. Lá, o Brasil lidera um grupo de nove países e, sendo o maior acionista, tem a prerrogativa de indicar o diretor da área.

“É um momento difícil, todos os meus compromissos de campanha continuam de pé. Busco implementá-lo da melhor forma possível. A confiança você não compra, você adquire. Todos que estão nos ouvindo agora são maiores de idade, sabem o que o Brasil está passando. E o momento é de confiança. Jamais deixaremos de lutar por liberdade. Eu faço o que o povo quiser”, afirma Bolsonaro no vídeo.

Weintraub assumiu o cargo em abril de 2019, após a saída de Ricardo Vélez Rodríguez, e permaneceu no posto por 14 meses. No período, acumulou desafetos e disputas públicas com diversos grupos sociais – entre eles, a comunidade judaica e a representação da China no Brasil.

A polêmica mais recente surgiu após a divulgação do vídeo da reunião ministerial de 22 de abril, no Palácio do Planalto. No encontro com o presidente Bolsonaro e outras autoridades do Executivo federal, Weintraub defendeu a prisão dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), a quem chamou de “vagabundos”.

“A gente tá perdendo a luta pela liberdade. É isso que o povo tá gritando. Não tá gritando pra ter mais Estado, pra ter mais projetos, pra ter mais… o povo tá gritando por liberdade, ponto. Eu acho que é isso que a gente tá perdendo, tá perdendo mesmo. A ge… o povo tá querendo ver o que me trouxe até aqui. Eu, por mim, botava esses vagabundos todos na cadeia. Começando no STF”, disse.

O vídeo foi revelado no inquérito que apura suposta interferência do presidente Jair Bolsonaro na Polícia Federal. Relator dessa investigação, o ministro do STF Celso de Mello disse ver possível crime de injúria por parte de Weintraub e, por isso, enviou ofício aos demais membros da Corte.

No último domingo (14), Weintraub participou de um protesto com pautas antidemocráticas e inconstitucionais na Esplanada dos Ministérios, em Brasília. Ele voltou a usar o termo “vagabundos” mas, desta vez, não disse textualmente a quem se referia.

Questionado sobre impostos pagos para bancar “funcionários corruptos”, Weintraub disse aos apoiadores: “Eu já falei a minha opinião, o que eu faria com vagabundo”. O ministro não usava máscara de proteção e, por isso, foi multado pelo governo local.

Na manhã desta segunda, o blog da comentarista do G1 e da TV Globo Andréia Sadi já havia mostrando o aumento da pressão da ala política do governo, incluindo ministros militares, pela substituição de Weintraub.

Interlocutores da Corte ouvidos pelo blog afirmaram que o ideal seria ele ser demitido até a posse de Fabio Faria, na quarta (17), uma vez que os chefes dos outros Poderes, como STF e Congresso, querem prestigiar o novo ministro das Comunicações, mas classificam como “um constrangimento” comparecerem a um ato do governo federal, para prestigiar o Executivo, enquanto Weintraub seguir no comando da Educação, com ataques aos demais Poderes.

Continue Lendo
Publicidade

Geral

Portão cai e atinge cabeça de criança de dois anos e três meses em Pato Bragado

Helicóptero do CONSAMU fará a transferência, possivelmente para Cascavel

Foto O Presente

O helicóptero do CONSAMU está neste momento em deslocamento para Pato Bragado, para dar suporte à transferência de uma criança de apenas de dois anos e três meses de idade.

         Foi apurado ate o momento, que na tarde desta quinta-feira (14) a criança estava em casa brincando, quando o portão caiu e atingiu sua cabeça.

         A criança, do sexo masculino, foi socorrida por populares, deu entrada no hospital Hospital Vilela Capriotti com ferimentos graves.

Para ter um diagnóstico mais preciso, foi solicitada via CONSAMU à transferência para um hospital mais especializado, possivelmente Cascavel.

O menino de dois anos e três meses será transferido com o helicóptero do Consorcio Samu Oeste, que neste momento está em deslocamento para Pato Bragado.

Continue Lendo

Geral

Idoso de 87 anos é a 34ª vitima fatal de coronavirus em Mal. Rondon

Um idoso de 87 anos entrou nesta quarta-feira para as estatísticas como sendo a 34ª vítima fatal por Covid-19 em Marechal Cândido Rondon.

O homem foi internado no dia 28 de dezembro na UPA/Marechal, o  quadro de saúde evoluiu para necessidade de ventilação mecânica e, por isso, houve transferência para o Hospital Universitário, em Cascavel.

O diagnóstico de RT-PCR para Covid-19 aconteceu no dia 31 de dezembro e o óbito foi oficializado ontem, quarta-feira.

O idoso de 87 anos tinha como comorbidade a hipertensão.

No que diz respeito a atualização de dados, os casos registrados de Covid-19 avançaram de 2.380 na terça-feira para 2.420 ontem, ou seja, houve aumento de 40 casos de um dia para o outro.

Dos 2.420 testes positivos, 34 pessoas foram a óbito, 2.230 estão recuperadas da doença e 156 pacientes seguem em tratamento.

Das pessoas com o vírus ativo, 141 estão em isolamento domiciliar, 06 pacientes se encontram internados na UPA ou em Hospitais e 09 na Umidade de Terapia Intensiva.

Há 90 casos em investigação, dos quais uma pessoa está internada na UTI e três pacientes com suspeita da infecção por coronavírus se encontram na UPA ou em hospitais.

Já no Paraná, a Secretaria Estadual de Saúde oficializou ontem 2.896 novos casos confirmados e 31 mortes em decorrência da Covid.

Os dados acumulados do monitoramento do novo coronavírus mostram que o Paraná soma 483.024 casos confirmados e 8.842 mortos em decorrência da doença.

Dos 31 novos casos de morte, 12 pacientes eram mulheres e 19 homens com idades variando de 36 a 90 anos.

Continue Lendo

Geral

Unioeste vai retomar na próxima segunda-feira o ano letivo de 2020

O ano de 2021 começou, mas por conta da pandemia do novo coronavírus, ainda é preciso encerrar o ano letivo de 2020.

O calendário acadêmico da Universidade Estadual do Oeste do Paraná precisou passar por alterações ao longo do ano passado, devido às medidas tomadas seguindo as diretrizes das autoridades de saúde e, por isso, algumas adaptações foram necessárias.

As aulas serão retomadas já na próxima segunda-feira, dia 18, ainda de maneira 100% remota, ou seja, não presencial, de acordo com resolução aprovada pelo Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão.

Para retomar as aulas nos próximos dias, os alunos precisam ter garantido as matrículas, realizadas nos dias 09 e 10 de dezembro de 2020.

Os cinco campi, no caso de Cascavel, Foz do Iguaçu, Francisco Beltrão, Marechal Cândido Rondon e Toledo, se preparam para que a conclusão do ano letivo de 2020 aconteça dentro da normalidade, mesmo que ainda de maneira remota.

Cada campus se preparou para essa retomada de maneira segura e que atenda as necessidades dos alunos e professores.

Em Marechal Cândido Rondon, a Universidade Estadual do Oeste do Paraná possui 1632 alunos de graduação matriculados e 345 alunos de pós-graduação, incluindo mestrado e doutorado.

Além das aulas remotas sincrônicas em todos os cursos de graduação, também serão retomadas as aulas de mestrado e doutorado.

Os cursos de graduação dos cursos de Educação Física começarão a oferta presencial de disciplinas com aulas práticas.

O diretor do campus local, Davi Felix Schreiner, lembra que a instituição continuará com laboratórios abertos para pesquisas, de forma muito organizada, com no máximo três acadêmicos para cada laboratório, além da realização de revezamentos de horários, sempre com as medidas necessárias para garantir a segurança de todos.

Continue Lendo

(45) 3284-8080
Central telefônica (45) 9997-0083 - (45) 9997-0067
FM 95,1 (45) 9997-0733 | WhatsApp FM (45) 9997-0532
Técnica AM 970 (45) 9997-0740
Copyright © 2019 Radio Difusora do Paraná.