Conectado com

Geral

Paraná é o estado do Sul que menos perdeu postos de trabalho

Ilustrativa

O Paraná é o estado do Sul do Brasil que menos perdeu postos de emprego nos quatro primeiros meses do ano, segundo os dados do novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados nesta quarta-feira (27) pelo Ministério da Economia.

Em razão da pandemia, todo o País foi afetado e apesar de ter iniciado o ano com a abertura de 17.733 empregos em janeiro e 28.128 em fevereiro, o saldo no Paraná ficou negativo em 22.424 postos de trabalho na soma do quadrimestre.

Na região, Santa Catarina teve queda de 31.292 e no Rio Grande do Sul a redução foi de 53.122.

As perdas acumuladas em todo o Brasil alcançam 763.232 empregos no período.

Até o momento, abril foi o mês com maior impacto no mercado de trabalho em razão do agravamento da pandemia no País.

Em todo o Brasil, foram fechados 860.503 empregos.

O Paraná seguiu a tendência nacional, mas mesmo assim apresentou o menor número de demissões em relação aos estados vizinhos e as perdas somaram 55.008 empregos, enquanto em Santa Catarina houve fechamento de 73.111 vagas e no Rio Grande do Sul foram encerrados 74.686 postos.

A chefe em exercício do Departamento Trabalho e Estímulo à Geração de Renda, Suelen Glisnki, explica que em relação aos setores que menos sofreram perdas neste começo de ano no Estado, o destaque ficou com a agricultura, que gerou saldo positivo de 482 novos empregos formados.

Mesmo no auge da pandemia, em abril, alguns municípios paranaenses conseguiram manter índices positivos de empregos.

Lideram o ranking municipal no mês os municípios de Matelândia (657 empregos gerados), Cafelândia (193), Colorado (187), Santo Inácio (159), Cambará (153), Florestópolis (148), Palotina (116), Marumbi (91), Jandaia do Sul (90) e Jacarezinho com um saldo de 74 empregos gerados.

Os grandes centros foram os mais afetados, com as últimas colocações no ranking municipal, com Curitiba (-18.359 empregos), Londrina (-3.517), Maringá (-3.271), São José dos Pinhais (-2.995) e Foz do Iguaçu (-2.889).

No acumulado do ano, os municípios que mais geraram emprego foram Matelândia, com um saldo de 1.299 novos postos de trabalho, Toledo (1.274), Ortigueira (1.064), Paraíso do Norte (869), Rio Negro (797), Ibiporã (434), Rolândia (411), Ubiratã (355), São Mateus do Sul (353) e Mandaguari (329).

Os mais afetados no acumulado de janeiro a abril de 2020 foram Curitiba (-13.521), Foz do Iguaçu (-3.757), Londrina (-2.986), Maringá (-2.044) e São José dos Pinhais (-1.997).

Continue Lendo
Publicidade

Geral

Comércios não essenciais fecham as portas em Mercedes

Avenida João XXIII - Foto: Prefeitura de Mercedes

Mesmo com nenhum caso confirmado de Covid-19 em Mercedes, os comércios e serviços considerados não essenciais do município fecharam as portas nesta terça-feira, e devem permanecer assim enquanto vigorar o Decreto Assinado pelo Governador do Paraná, Ratinho Junior – determinando medidas mais rigorosas de enfrentamento ao Coronavírus.

Atividades consideradas essenciais, como: Postos de Combustíveis, Supermercados, Farmácias, entre outras, estão funcionando, mas, seguindo as determinações de higiene.

O Presidente da ACIM (Associação Comercial e Empresarial de Mercedes) Egon Iappe, ressalta que a entidade recomenda aos empresários Mercedenses, seguirem o que está determinado no decreto…

Continue Lendo

Geral

Prefeitura emite novo decreto que paralisa as atividades comerciais em Toledo de 11 a 14 de julho

A Prefeitura do município de Toledo publicou no início da tarde desta terça-feira (07), em edição extraordinária do seu Órgão Oficial o Decreto de Nº 851/2020, que suspende as atividades não essenciais no município entre os dias 11 e 14 de julho.
O novo decreto visa implementar as ações de combate a pandemia causada pelo novo Coronavírus (Covid-19), em Toledo. A ação do poder público municipal vem em um momento que a pandemia segue causando enormes impactos sanitários na cidade, que conta com 1.601 casos e 20 mortes em decorrência da doença.
O documento também enfatiza que esse seria o momento oportuno para a adoção de medidas ainda mais restritivas no combate a Covid-19, visto que entende-se que o pico do contágio pelo vírus na cidade pode ocorrer durante o mês de julho.
Estão incluídas no Decreto de Nº 851/2020 todas as atividades do comércio varejista, assim como todos os trabalhos relacionados a construção civil. Os supermercados poderão manter as suas atividades nos dias 11 e 14 de julho das 08h00 às 20h00. Nos dias 12 e 13 de julho os hipermercados, supermercados e demais estabelecimentos congêneres não poderão abrir.
As lanchonetes e restaurantes, inclusive os situados em shoppings centers poderão efetuar a produção e comercialização dos seus produtos somente nos sistemas de delivery ou drive-thru, sendo vedada a comercialização dos produtos para o consumo no local e arredores.
O serviço de transporte público não será prestado no dia 12 de julho, enquanto nos dias 11, 13 e 14 de julho o transporte estará disponível a população das 07h00 às 09h00 e das 17h00 às 19h00. O serviço será prestado somente nos horários considerados de pico.
Possível antecipação de feriados
A ideia da Prefeitura é antecipar a comemoração dos feriados de aniversário do município, que ocorre em 14 de dezembro, do dia do Professor, em 15 de outubro e do dia do Servidor Público, em 28 de outubro. A intenção é comemorar o aniversário do município no próximo dia 13 de julho e o dia do Professor e dia do Servidor Público, em 14 de julho.
A Prefeitura encaminhou para a Câmara de Vereadores do município o Projeto de Lei de Nº 69, que pede alteração na comemoração dos feriados citados acima. A Câmara inclusive já convocou os 19 vereadores em exercício para a realização de uma Sessão extraordinária, que ocorrerá a partir das 11h00 do dia 08 de julho, com a intenção de deliberar em primeiro turno o Projeto de Lei de Nº 69.
Para conferir o Decreto de Nº 851/2020 na íntegra CLIQUE AQUI
Fonte: Toledo News
Continue Lendo

Geral

Respiradores chegam a Toledo para auxiliar pacientes que contraíram coronavírus

A Secretaria de Saúde de Toledo confirmou ter recebido ontem importante reforço para as ações de enfrentamento ao novo coronavírus, ou seja, dois respiradores, sendo um para transporte e outro para unidade de tratamento intensivo .

Adquiridos pelo Ministério da Saúde ao custo de 108.290,00 , os equipamentos estarão disponíveis para o atendimento de pacientes do Oeste e Sudoeste do Paraná.

A secretária de Saúde de Toledo, Denise Liell, pontua que estes equipamentos chegaram em momento crucial, pois com eles poderá ser ampliado o número de leitos de atendimento específico para pacientes confirmados ou suspeitos de Covid-19.

O respirador de transporte será empregado na ambulância que levará pacientes que estão no Mini Hospital e que precisam de transferência para o Bom Jesus.

Outros dois equipamentos semelhantes deverão chegar a Toledo nos próximos dias.

 

Continue Lendo

(45) 3284-8080
Central telefônica (45) 9997-0083 - (45) 9997-0067
FM 95,1 (45) 9997-0733 | WhatsApp FM (45) 9997-0532
Técnica AM 970 (45) 9997-0740
Copyright © 2019 Radio Difusora do Paraná.