Conectado com

Economia

Ponte da Integração pode gerar acordo comercial inédito entre Brasil e o Paraguai

Um acordo comercial inédito entre Brasil e Paraguai poderá ser criado para evitar sobretaxações de impostos do material que será utilizado na construção da Ponte da Integração, nos dois lados da obra.

 

Poderão ser abertos novos mercados para importação e exportação 

 

As tratativas sobre o tema foram levantadas em uma reunião na semana passada, na Diretoria de Coordenação da Itaipu, que debateu, entre outros assuntos, as soluções para garantir que insumos, como cimento e aço, que já pagaram tributos no Brasil não sejam novamente taxados ao entrarem no Paraguai.

Financiada pela margem brasileira da Itaipu Binacional, a segunda ponte sobre o Rio Paraná vai ligar Foz do Iguaçu a Presidente Franco.

O acordo comercial, cuja proposta será levada à diplomacia dos dois países por representantes da Itaipu, poderá ser aplicado também na outra ponte entre Brasil e Paraguai – que ligará Porto Murtinho a Carmelo Peralta, no Paraguai, fazendo parte do Corredor Rodoviário Bioceânico.

Um acordo binacional como este já possui precedente: os anos 90, por ocasião da construção da também chamada Ponte Internacional da Integração, sobre o Rio Uruguai, ligando o município gaúcho de São Borja, no Rio Grande do Sul, a Santo Tomé,a na Argentina.

Na época, por meio de troca de notas assinadas pelos governos brasileiro e argentino, foi criado um acordo que isentou os materiais de toda tarifa de importação ou qualquer imposto.

Este acordo é importante porque os insumos que serão incorporados à ponte, na margem paraguaia, são taxados com o Imposto Sobre Valor Agregado, relativo à importação daquele produto no Paraguai.

Em relação ao maquinário não há problema, visto que ele é submetido ao regime de exportação temporária, que suspende o pagamento de impostos, desde que estas máquinas, como caminhões e tratores, retornem ao País de origem em prazo determinado.

“As duas pontes são estratégicas para os dois países, por isso, é do interesse de Brasil e Paraguai que sejam resolvidas estas questões”, comentou o diretor-geral brasileiro de Itaipu, general Joaquim Silva e Luna.

Segundo mele, com a Ponte da Integração concluída, vai começar uma nova era para os países, que poderão ampliar seu comércio e abrir os mercados de importação e exportação para os demais países da região.

Segundo o diretor de Coordenação, general Luiz Felipe Carbonell, outras reuniões com diferentes atores estão previstas.

Um deles será com a Polícia Federal do Brasil e do Paraguai para tratar sobre o fluxo de pessoas envolvidas na obra.

Continue Lendo
Publicidade

Economia

REFISME facilita pagamento de tributos atrasados em Mercedes

Assessoria

Com a finalidade de aumentar e dar efetividade à arrecadação, bem como promover e incentivar a regularização da situação de endividamento dos contribuintes pessoas físicas ou jurídicas, está em vigor o Programa de Recuperação Fiscal em Mercedes .

A lei sancionada pela prefeita Cleci Ramo Loffi prevê descontos de 30 a 90 por cento e tem duração de três meses a contar da data da sua publicação.

Conforme o Secretário de Planejamento, administração e Finanças Vilson Martins, a lei está publicada no diário oficial eletrônico do município e poderá ser acessada pelos interessados.

 

 

Continue Lendo

Economia

Acimacar organizar mais uma campanha para aquecer vendas no comércio local

Divulgação

A Associação Comercial e Empresarial de Marechal Cândido Rondon está organizando para os próximos dias mais uma campanha com o propósito de aquecer as vendas de suas empresas filiadas.

Trata-se da campanha denominada de “Liquida Rondon”, que, de acordo com o presidente da Acimacar, arquiteto Ricardo Leites de Oliveira, vai acontecer entre os dias 27 de setembro e 08 de outubro.

 

Continue Lendo

Economia

Procon de MaL Rondon realiza mutirão online de negociação de dívidas

O Procon de Marechal Rondon realizará até o dia 30 de setembro, um mutirão online de renegociação de dívidas.

A ação de iniciativa do Procon rondonense e Proconsbrasil – Associação Brasileira de Procons e Febraban, acontece exclusivamente pela internet, através da plataforma de solução de conflitos CONSUMIDOR.GOV.BR

De acordo com Marcos Vinícius Fediuk, coordenador do Procon de Marechal Rondon, muitos consumidores que estão em débito, deixam de procurar o Procon ou até mesmo seu banco por se sentirem constrangidos com a situação.

Ele explica que esse mutirão pela internet incentiva as pessoas a negociarem suas dívidas e saírem dessa situação que causa diversos transtornos na vida de qualquer cidadão, muitas vezes motivada por fatores como uma doença na família ou desemprego.

Para participar do mutirão online, basta o consumidor fazer o seu registro na plataforma WWW.CONSUMIDOR.GOV.BR, quando receberá um login e senha.

Nesse momento, o consumidor fará o relato do seu problema, devendo informar que deseja participar do mutirão de renegociação de débitos.

Após finalizar o registro, o banco ou instituição financeira tem o prazo de 10 dias para apresentar uma proposta ou resposta para o consumidor.

No momento do preenchimento do registro, é imprescindível que o consumidor informe corretamente seus telefones e e-mail para contato, pois esses dados facilitarão o atendimento por parte dos bancos e instituições financeiras participantes.

O Procon de Marechal Rondon orienta ainda que o consumidor, no seu relato, informe que está participando do mutirão, com a seguinte hashtag: #MutiraoProconsBrasil

Terminado o prazo para resposta do fornecedor, o consumidor tem o prazo de 20 dias para avaliar o retorno dado.

O procedimento é feito exclusivamente pela internet e dúvidas podem ser sanadas pelo telefone do Procon de Marechal Rondon, através do 3254-0502.

Continue Lendo

(45) 3284-8080
Central telefônica (45) 9997-0083 - (45) 9997-0067
FM 95,1 (45) 9997-0733 | WhatsApp FM (45) 9997-0532
Técnica AM 970 (45) 9997-0740
Copyright © 2019 Radio Difusora do Paraná.