Conectado com

Policial

Quadrilha envolvida em trafico de drogas e homicídios é alvo de operação

A Polícia Civil do Paraná desencadeou nesta manhã a operação “Adsumus” contra organização criminosa envolvida em tráfico de drogas, tráfico de armas e homicídios.

O grupo atua a partir de Quedas do Iguaçu, na região centro-sul do Estado, sendo chefiado por dois irmãos, homem e mulher.

 

 Os quadrilheiros agiam em cinco cidades, sendo duas no Oeste 

 

Estão sendo cumpridos 54 mandados judiciais, sendo 28 mandados de busca e apreensão e 26 mandados de prisão.

As ações, que contam com o apoio da Polícia Militar, acontecem simultaneamente em Quedas do Iguaçu e Guarapuava, na região centro-sul do Estado, em Três Barras do Paraná e Cascavel, no Oeste, e em Dois Vizinhos, no Sudoeste.

Mais 90 policiais civis participam da operação, incluindo equipes táticas de elite da Polícia Civil, que atuarão em solo e no ar a bordo de helicóptero da corporação. Cães farejadores serão utilizados para auxiliar na busca de drogas, armas e munições.

Os irmãos líderes do bando estão presos, ele em Guarapuava e ela em Cascavel: mesmo assim, continuam a comandar as ações de dentro do cárcere.

A organização criminosa atua fortemente no tráfico de drogas e armas, tendo como padrão assassinar pessoas que de alguma forma atrapalhassem seus objetivos. Isso inclui agentes públicos.

Um policial civil, morto em Cascavel no ano de 1999, e um policial militar, assassinado em Guarapuava no ano passado, estão entre as vítimas da quadrilha.

O secretário de obras de Quedas do Iguaçu, assassinado em 2017 no município, também foi morto por integrantes do bando.

A quadrilha atuava também em outros estados.

Em novembro de 2017, um membro do grupo foi preso no estado do Rio de Janeiro transportando um arsenal, com 62 pistolas e um fuzil.

A operação foi denominada “Adsumus”, pois esta palavra em latim significa “estamos presentes”, demonstrando que a Polícia Civil está atenta aos acontecimentos e atua cumprindo sua missão de combater a criminalidade em todas as regiões do Paraná.

Continue Lendo
Publicidade

Geral

Jovem baleado em São Clemente morre no Hospital Bom Jesus

Correio do Lago

O jovem Fernando Dutra, apelidado de “Tigrão”, de 23 anos, morreu nesta madrugada no Hospital Bom Jesus, em Toledo.

Ele não resistiu a gravidade dos ferimentos provocados por disparos de arma de fogo, na tarde do último domingo, em São Clemente, distrito de Santa Helena.

O rapaz estava em uma distribuidora de bebidas quando foi surpreendido por um homem, que sacou de um revólver e acionou o gatilho.

A vítima, em desespero, tentou fugir, mas foi seguida pelo atirador, até que caiu e acabou sendo atingida novamente.

Populares socorreram o jovem e o levavam para atendimento médico, mas próximo à pedreira de Sub-Sede, a unidade avançada do Samu encontrou-os e encaminhou o rapaz ao Pronto Atendimento Municipal de Santa Helena.

Em decorrência da gravidade dos ferimentos, Fernando Dutra foi transferido ao Hospital Bom Jesus, em Toledo, mas não resistiu e faleceu nesta madrugada.

Informações dão conta que o autor do crime se apresentou na Delegacia de Polícia de Santa Helena, foi ouvido e liberado.

Continue Lendo

Policial

Polícia realiza operação Proclamação da República nas rodovias da região

De hoje ate domingo, a Polícia Rodoviária Federal intensifica as fiscalizações nas rodovias da região Oeste do Paraná, no feriado da Proclamação da República.

Um dos focos da operação é fiscalizar motoristas que trafegam pelas rodovias após a ingestão de álcool, sem equipamentos de segurança e com veículos sem condições seguras para transporte.

As ultrapassagens indevidas também serão fiscalizadas, já que essa prática é um dos principais causadores de acidentes graves nas rodovias, não só do Paraná, mas de todo o Brasil.

A Policia Rodoviária Estadual também desenvolve a Operação Proclamação da República.

O comandante do posto rondonense da PRE, sargento de Souza, fala dos trabalhos nessa região..

 

Continue Lendo

Policial

Polícia Civil de Santa Helena prende casal acusado de estelionato

Correio do Lago

Ontem, após uma vítima comparecer na Delegacia e registrar um fato envolvendo um casal que aplicava golpes no município, a equipe de investigação da Polícia Civil de Santa Helena imediatamente passou a realizar diligências para localizar os suspeitos.

De posse das informações, os policiais localizaram em uma pousada o casal denunciado, que, inclusive, se prepararam para deixar o estabelecimento sem realizar o pagamento da estadia.

. Segundo o proprietário, a conta da estadia e o consumo já somava mais de 2 mil e 500 reais.

O casal visitava pequenos estabelecimentos comerciais nos distritos de Santa Helena e oferecia mercadorias a um baixo custo, mediante uma pequena entrada, e posteriormente passava a pedir mais dinheiro.

Uma das vítimas chegou a entregar cerca de 500 reais e passou a ser pressionada a depositar mais 350 reais para que se concluísse a operação.

Para dar maior credibilidade a cena, o casal utilizava-se inclusive, de instituições de segurança pública para poder convencer as vítimas.

Após levantamentos preliminares, constatou-se que o casal possui extensa ficha criminal pelo crime de estelionato.

Durante a prisão, a estelionatária afirmou estar grávida, sendo então conduzida para o Pronto Atendimento Municipal, onde passou por avaliação médica profissional e constatou-se que a mesma estava mentindo.

Durante os exames de praxe, a suspeita deixou cair um aparelho celular que estava escondido dentro de sua genitália.

O casal foi conduzido até a Delegacia de Polícia Civil de Santa Helena e as investigações continuam para levar outros golpes praticados.

Continue Lendo

(45) 3284-8080
Central telefônica (45) 9997-0083 - (45) 9997-0067
FM 95,1 (45) 9997-0733 | WhatsApp FM (45) 9997-0532
Técnica AM 970 (45) 9997-0740
Copyright © 2019 Radio Difusora do Paraná.