Conectado com

Geral

Seguem as buscas de jovem que desapareceu no Lago de Itaipu em Mercedes

Geral

Decreto reabre comércio rondonense e pessoas são obrigadas a usar máscaras

O decreto autorizando o funcionamento do comercio de Marechal Cândido Rondon foi publicado pelo prefeito Marcio Rauber, contudo, os empresários, funcionários e clientes devem ter uma série de cuidados.

Estão definidas regras sobre o funcionamento de atividades e estabelecimentos industriais, comerciais e de prestação de serviços, instituindo distanciamento social seletivo, bem como estabelecendo regras e medidas para o enfrentamento ao coronavírus; sendo tudo decidido pelo COE – Centro de Operações Emergenciais.

Com a publicação do decreto 105/2020, empresas de determinados segmentos puderam abrir suas portas a partir de hoje, das 9 as 17 horas.

Neste sábado, véspera de Páscoa, respeitando as normativas do Ministério do Trabalho, empresas poderão abrir das 9h às 16h.

Fica mantida a declaração, no âmbito do Município de Marechal Cândido Rondon, de situação de emergência em saúde pública e no território do Município, deve, obrigatoriamente, ser observada a prática do distanciamento social.

Fica estabelecida a necessidade de uso massivo de máscaras, em especial por pessoas assintomáticas.

Será obrigatório o uso de máscaras: na utilização de táxis ou em transporte compartilhado de passageiros; para acesso aos estabelecimentos comerciais, independentemente de que seja ou não considerado como de atividades essenciais; para o desempenho das atividades em repartições públicas e privadas.

Poderão ser utilizadas máscaras de pano, confeccionadas manualmente, de acordo com as orientações disponibilizadas pelo Ministério da Saúde.

Fica homologado o Plano de Contingência dos prestadores de serviço e das atividades consideradas não essenciais.

As atividades consideradas essenciais, podem permanecer em atividade e é responsabilidade das pessoas jurídicas e das pessoas físicas que exercem atividades consideradas essenciais: fornecer máscaras e álcool em gel 70% para todos os funcionários; disponibilizar responsáveis na entrada do estabelecimento e nas suas dependências para orientar e auxiliar no procedimento de higienização das mãos; controlar a lotação; controlar o acesso de entrada; apenas 01 representante por família em mercados, supermercados e farmácia; manter a quantidade máxima de 10 (dez) pessoas por guichê/caixa em funcionamento e distanciamento mínimo; adotar, sempre que possível, práticas de vendas por agendamento e/ou aplicativos para entregas a domicílio (delivery); manter a higienização interna e externa dos estabelecimentos, obrigando-se a adotar as medidas de controle sanitário exigidas.

As pessoas físicas e as pessoas jurídicas que exercem atividades essenciais deverão adotar o monitoramento diário de sinais e sintomas dos colaboradores/empregados.

As pessoas físicas e/ou jurídicas, cuja atividades não sejam consideradas como essenciais, poderão retomar suas atividades de atendimento ao público, a partir do dia 09 de abril de 2020, mediante o cumprimento das mesmas regras que cumprem as empresas consideradas essenciais.

O presidente da Associação Comercial e Empresarial, Ricardo Leites de Oliveira, pede o comprometimento de empresários, colaboradores e clientes…..

 

Continue Lendo

Geral

Criança de dois anos e oito meses morre afogada em piscina residencial

Uma criança de dois anos e oito meses de idade morreu em um hospital de Medianeira na tarde de ontem, quarta-feira, após se afogar em uma piscina.

O fato foi registrado no Bairro Jardim Laranjeiras, por volta das 14h00, e segundo relato dos familiares, a menina teria saído para ir na casa da avó, que fica no mesmo terreno.

Como ela estava demorando, os parentes foram procurá-la e acabaram encontrando-a caída na piscina.

Os próprios familiares socorrerem a menina e realizaram manobras de reanimação e a levaram rapidamente ao hospital.

Na unidade hospitalar também foram realizadas novas tentativas de reanimação, porém a criança não resistiu e faleceu.

Continue Lendo

Geral

Paraguai prorroga quarentena da Covid-19 por mais uma semana

Divulgação

O presidente do Paraguai, Mario Abdo Benitez, anunciou nesta quarta-feira a prorrogação da quarentena no país até dia 19 de abril, uma semana a mais do que constava no decretado anterior.

O país registrou até agora 119 casos com 05 óbitos 

A decisão segue recomendação do Ministério da Saúde Pública e Bem Estar Social e anunciada em entrevista na Academia Militar.

A quarentena foi decretada no Paraguai no dia 10 de março, depois da divulgação dos primeiros casos de infectados pelo novo coronavírus.

Inicialmente, havia sido determinado toque de recolher das 20h às 4h, mas, no dia 20 de março, as autoridades sanitárias informaram a circulação comunitária do vírus e o registro da primeira morte, o que levou ao fechamento total, até 28 de março.

Depois, a quarentena total foi estendida até 12 de abril e, agora, até 19 de abril, por conta da pressão dos profissionais da Saúde.

Paraguai registra 119 casos positivos para o novo coronavírus, 05 óbitos e 15 recuperados.

O presidente disse que não se pode baixar a guarda e acatar as medidas sanitárias é primordial, pois o grande protagonista dessa vitoria que o Paraguai poderá ter é sua gente.

Ele disse ainda que o País precisa se preparar para o pior.

Segundo cálculos das autoridades sanitárias do Paraguai, o pico de contágio está concentrado na segunda quinzena de abril e, por isso, há o temor em relaxar as medidas sanitárias.

Continue Lendo

(45) 3284-8080
Central telefônica (45) 9997-0083 - (45) 9997-0067
FM 95,1 (45) 9997-0733 | WhatsApp FM (45) 9997-0532
Técnica AM 970 (45) 9997-0740
Copyright © 2019 Radio Difusora do Paraná.