Conectado com

Agricultura

Conab atualiza números relativos a safra brasileira de grãos.

números chegam a 242 milhões e 100 mil toneladas

O Brasil fechou a safra 2018/19 de grãos e oleaginosas com uma produção recorde de 242 milhões e 100 mil toneladas, contando com um crescimento das colheitas de milho e algodão.

A estimativa foi divulgada hoje pela manhã pela Companhia Nacional de Abastecimento.

Conforme a Conab, a safra brasileira cresceu 6,4% ante a temporada passada, com colheitas históricas de algodão e milho, já que a produção de soja, principal cultura do país, caiu ante o recorde de 2017/18.

No caso do algodão, a pesquisa realizada pela estatal revelou um crescimento de 35,9% na produção, com volume estimado de 2 milhões e 700 mil toneladas da pluma.

Já a colheita total de milho foi projetada em quase 100 milhões de toneladas, com aumento na segunda safra de 36,9%, para recorde de 73 milhões e 800 toneladas.

Dessa forma, o Brasil poderá exportar um recorde de 35 milhões de toneladas, ante cerca de 24 milhões na temporada passada.

A Conab elevou em 500 mil toneladas sua projeção de embarques ante levantamento de agosto.

A soja, por sua vez, sofreu redução de 3,6% na colheita, atingindo 115 milhões de toneladas, com problemas de seca no Paraná e Mato Grosso do Sul, principalmente.

Ainda assim, foi a segunda maior safra da oleaginosa da história do Brasil.

A exportação de soja foi estimada em 70 milhões de toneladas, ante recorde de 83 milhões e 300 mil toneladas no ano anterior.

A produção de trigo, em processo de colheita, foi estimada em 5 milhões e 400 toneladas, praticamente estável ante a previsão de agosto e em relação à safra passada.

A Conab prevê importações de trigo pelo Brasil de 7 milhões e 200 mil toneladas, estável ante agosto, mas um aumento na comparação com as 6 milhões e 700 mil toneladas vistas em 2018.

Continue Lendo
Publicidade

Agricultura

Família Pedde cancela 11º edição da tradicional Festa do Milho

Foto: O Presente

Há 10 anos, como forma de saudar a produção agropecuária, agradecer a Deus pelas conquistas e enaltecer a amizade, a Família de Eno e Iva Pedde realiza a tradicional Festa do Milho, em Mal. Cândido Rondon.

Cada edição reúne agricultores, empresários ligados ao setor produtivo, representantes de empresas parcerias e amigos de outros segmentos, para confraternizar, trocar ideias e projetar sempre melhor a atividade agropecuária no município e região.

Entretanto, segundo o agropecuarista Eno Pedde, em razão do momento de alerta ao coronavírus e a dengue, aliada a estiagem que compromete boa parte das lavouras de milho da safrinha, o melhor caminho é cancelar a 11ª edição do evento, marcada para este mês.

Segundo ele, não há dúvidas que, antes de se comemorar boas safras e até mesmo recordes de produção agrícola, é necessário seguir algumas recomendações que visam garantir saúde à população e, assim, nos prepararmos para dias melhores.

 

Continue Lendo

Agricultura

Chuvas voltam a aliviar produtores de milho da microrregião

Ilustrativa

Mesmo não sendo na continuidade necessária para suprir da deficit hídrico do campo, as chuvas que atingiram ontem a microrregião de Marechal Cândido Rondon um novo ânimo aos agricultores.

As precipitações foram de 28 milímetros na sede de Marechal Cândido Rondon; 30 em Bom Jardim; 28 em Entre Rios do Oeste; 39 em Iguiporã; 28 em Margarida; 25 em Mercedes; 25 em Novo Horizonte; 17 em Novo Três Passos; 25 em Novo Horizonte; 31 em Pato Bragado; 30 em Porto Mendes e 30 em Quatro Pontes.

Sobre o que isso representa para o milho da safrinha, o engenheiro agrônomo Renato Wiebrantz, da Agrícola Horizonte, destaca..

 

Continue Lendo

Agricultura

Associação dos suinocultores de Marechal Cândido Rondon apoia reabertura do comércio local

Reportagem com Gladiston Pacheco

Clique e leia o ofício

oficio 01-2020

Continue Lendo

(45) 3284-8080
Central telefônica (45) 9997-0083 - (45) 9997-0067
FM 95,1 (45) 9997-0733 | WhatsApp FM (45) 9997-0532
Técnica AM 970 (45) 9997-0740
Copyright © 2019 Radio Difusora do Paraná.