Conectado com

Trânsito

Novas regras para tirar CNH começam a valer em setembro

Aloisio Mauricio /Fotoarena/Folhapress

Entre as mudanças estão o simulador se tornar facultativo e a redução de aulas práticas noturnas

 

O uso facultativo do simulador nas aulas de direção e a obrigatoriedade de apenas uma hora noturna de aula prática são mudanças que começam a ser implementadas em setembro no Brasil. Segundo texto publicado no DOU (Diário Oficial da União) em 17 de junho deste ano, as novas regras entram em vigor meados do mês, 90 dias após a publicação da decisão.

Simulador
A partir da mudança, os candidatos a condutores vão poder escolher se querem ou não utilizar o simulador durante as aulas. A nova regra determina que, ao optar pelo uso do equipamento, o aluno deve realizar aulas de, no máximo, 50 minutos, antes das aulas práticas em veículo.

 

Alguns dos temas que devem ser abordados durante o uso do simulador são ligar o motor e controle de faróis. No caso dos alunos que desejam tirar a CNH (Carteira Nacional de Habilitação) na categoria B, usada na direção de carros de passeio, é possível optar pela realização de até cinco horas/ aula em simulador, desde que disponível no CFC (Centro de Formação de Condutores).

O texto também determina que o Denatran (Departamento Nacional de Trânsito) implemente o “procedimento de acompanhamento do uso de simulador no país, a fim de avaliar sua eficácia no processo de formação do condutor”.

 

O advogado João Paulo Martinelli afirma que as mudanças nos simuladores não serão tão impactantes, já que considera que a prática na rua é a que traz a experiência necessária. “O simulador poderia ser um complemento, as aulas práticas que são o verdadeiro teste”, afirma.

 

Em junho, depois do anúncio do governo sobre as mudanças, o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, disse que o equipamento não tem eficácia comprovada.

 

“O simulador não tem eficácia comprovada, ninguém conseguiu demonstrar que isso tem importância para formação do condutor. Nos países ao redor do mundo, ele não é obrigatório, em países com excelentes níveis de segurança no trânsito também não há essa obrigatoriedade. Então, não há prejuízo para a formação do condutor”, disse.

 

Aulas noturnas
Segundo a regra atual, os condutores precisam fazer pelo menos 25 horas/aula, sendo pelo menos duas noturnas. A partir de setembro, os brasileiros que vão tirar a CNH pela primeira vez para as categorias A (motos e triciclos) e B precisam fazer, no mínimo, 20 horas/aula, sendo pelo menos uma delas no período noturno.

 

Para a obtenção de ACC (Autorização para Conduzir Ciclomotor), serão necessárias cinco horas/aula, das quais pelo menos uma deve ser noturna.

 

Já os condutores que querem adicionar uma categoria na CNH precisam fazer, no mínimo, 15 horas/aula, também sendo uma noturna.

 

Martinelli considera a redução das aulas noturnas preocupante. “Deveria aumentar o período mínimo noturno, porque a condução a noite é bem diferente [da diurna]”, afirma.

 

Educação no trânsito
Martinelli diz que a maior parte dos crimes envolvendo trânsito acontecem por falha humana. “É fundamental ter a educação de trânsito. Não só para quem vai tirar a habilitação, mas desde criança, porque o pedestre tem que ter esse cuidado também”, diz.

 

O especialista diz que “não adianta só naquele curto período que o candidato a condutor frequenta a escola. Ali é um ensino mais focado para conhecer as regras para ser aprovado no teste”, afirma.

 

Decisão do TRF4
O TRF4 (Tribunal Regional da 4ª Região) determinou no dia 26 de agosto deste ano, em decisão liminar, que o simulador de trânsito deve continuar como obrigatório para as autoescolas do Rio Grande do Sul.

 

A liminar atende a um recurso do SindiCFC-RS (Sindicato dos Centros de Formação de Condutores do Estado do Rio Grande do Sul) e vale apenas para os CFCs filiados.

 

Fonte: Notícias R7

 

Continue Lendo
Publicidade

Geral

Homem morre em gravíssimo acidente próximo ao aeroporto de Toledo

Fotos: Gilmar Angelo - Toledo News
Um homem de 31 anos morreu em um gravíssimo acidente de trânsito registrado no final da noite deste domingo (26), na PR-182, em Toledo. O acidente envolveu uma Hilux e um caminhão Ford Cargo carregado com suínos.
Segundo informações repassadas ao Toledo News pelo condutor do caminhão, ele seguia pela rodovia no sentido Palotina/Toledo e cerca de 500 metros após o aeroporto municipal percebeu a Hilux trafegando na contramão. Ele ainda tentou desviar do veículo, mas não conseguiu evitar a colisão frontal.
Com o impacto a Hilux ficou completamente destruída. Parte da estrutura do veículo ficou presa no caminhão e o restante parou a cerca de 100 metros do local da batida.
O condutor da Hilux identificado como Mauro Morgenstern, 31 anos, morreu na hora. Ele era morador na linha Novo Floriano, Distrito de Novo Sobradinho, interior de Toledo. Seu corpo foi encaminhado ao IML de Toledo.
O condutor do caminhão não se feriu. Uma equipe da Polícia Rodoviária Estadual de Palotina registrou o acidente.
Fonte: Toledo News
Continue Lendo

Geral

Rondonense vítima de acidente com moto e transferido para Toledo

Reportagem com Maiko Bucker

Continue Lendo

Policial

Homem morreu em Toledo após ter se envolvido em acidente em Sub-Sede

Vítima de um acidente de trânsito ocorrido no último dia 12, um domingo, nas proximidades do distrito de São Clemente, em Santa Helena, Décio Wust faleceu ontem a tarde no Hospital Bom Jesus, em Toledo.

  Ele foi vítima da irresponsabilidade de outro motorista  

Tudo começou no início daquele domingo, quando a Polícia Militar de Santa Helena foi acionada a comparecer ao Balneário em razão de desordens que estavam sendo praticadas no trânsito.

A informação era de que um rapaz conduzindo uma caminhonete estaria dando “cavalos de pau” e colocando em risco a vida de pessoas que aproveitaram a área de lazer e turismo.

Como os vigilantes da estrutura turística não conseguiram contê-lo e o motorista evadiu-se do local, a PM entrou em ação e realizou buscas pela cidade com a intenção de localizá-lo.

Encontrado no Bairro Baixada Amarela, o suspeito fugiu da Polícia Militar e seguiu em alta velocidade pela rodovia PR-317 e em Sub-Sede por pouco não atropelou transeuntes da via.

Já nas proximidades do distrito de São Clemente, o rapaz perdeu o controle da direção, a caminhonete capotou e colidiu violentamente contra dois automóveis: um Uno e um Fusca.

O suspeito saiu rapidamente da caminhoneta fazendo menção de estar armado, teria rendido um motociclista e o obrigado a “dar apoio” na fuga, mas a ação foi frustrada pela equipe policial.

Enquanto o jovem recebeu detenção por parte da PM, uma das vítimas do acidente, no caso o condutor do Uno, foi atendido pelo Samu e encaminhado ao Pronto Atendimento Municipal de Santa Helena.

Identificada como Décio Wust, a vítima foi transferida ao Hospital Bom Jesus, em Toledo, mas no princípio da tarde de ontem não resistiu a gravidade dos ferimentos e acabou falecendo.

Depois de ter sido necropsiado no Instituto Médico Legal, o corpo foi liberado à família enlutada.

 

 

Continue Lendo

(45) 3284-8080
Central telefônica (45) 9997-0083 - (45) 9997-0067
FM 95,1 (45) 9997-0733 | WhatsApp FM (45) 9997-0532
Técnica AM 970 (45) 9997-0740
Copyright © 2019 Radio Difusora do Paraná.