Conectado com

Geral

Paraná fortalece cuidados contra sarampo, dengue e febre amarela

GI/Getty Images

O Governo do Estado está redobrando os cuidados para a prevenção do sarampo, febre amarela e a dengue.

O assunto foi tema da reunião do secretariado estadual, ontem em Curitiba, quando o secretário da Saúde, Beto Preto, fez um balanço das medidas tomadas pelo Estado para amenizar o avanço das doenças, especialmente antes da temporada de verão, quando os casos têm maior volume.

Até a semana passada, foram sete casos confirmados de sarampo no Paraná, todos importados de São Paulo e Santa Catarina, para um total de 24 suspeitas.

Sobre a dengue, o ciclo dos últimos 12 meses confirmou 23 mil casos da doença no estado, com 23 mortes.

Além do combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor do vírus da dengue, Beto Preto alertou para a necessidade da vacinação contra o sarampo e a febre amarela…

O esquema vacinal do sarampo prevê imunização de crianças aos 12 meses de vida, com reforço aos 15 meses.

Agora, o Paraná passou a disponibilizar também a dose zero, vacina para crianças com idade entre 6 e 11 meses de idade, atendendo orientação do Ministério da Saúde para reforçar a proteção desta população, por ser mais vulnerável e sofrer com riscos de complicações.

A vacina do sarampo está também disponível para público adulto: quem ainda não completou 39 anos, precisa ter duas doses tomadas; – quem tem 40 anos ou mais, deve ter apenas uma dose.

Caso não lembre se tomou a vacina e não tenha a carteira de vacinação, a pessoa deve verificar o registro em um posto de saúde e se ainda assim houver dúvidas, é necessário tomar a vacina.

De acordo com o secretário, o foco do trabalho da Secretaria da Saúde está em ampliar o índice de vacinação contra o sarampo…

Sobre a situação da dengue, um grupo de 47 municípios chama a atenção, locais em que as ações de prevenção serão redobradas, com destaque para as cidades de Foz do Iguaçu, Paranaguá e Londrina.

A Secretaria trabalha com ações de conscientização e também eliminação de criadouros do mosquito transmissor.

Em relação à febre amarela, Beto Preto destaca o cuidado com a ampliação do corredor da doença.

Segundo ele, além de Paranaguá, Curitiba e Ponta Grossa, a febre amarela deve chegar às regionais de Guarapuava, Telêmaco Borba e Ivaiporã…

O Paraná reforça o combate à febre amarela até 31 de novembro, com ações em 345 municípios que incluem a intensificação da vacina contra a doença e trabalhos para a investigação de mortes de macacos nas áreas de mata, o que é um indicador da presença do vírus, transmitido por mosquitos.

Continue Lendo
Publicidade

Economia

PROCON rondonense registra diferença de ate 460% no preço do material escolar

A agência do Procon – Programa de Proteção e Defesa do Consumidor de Marechal Cândido Rondon realizou uma pesquisa visando orientar os consumidores em relação aos valores praticados para comercialização de material escolar.

O trabalho de pesquisa foi desenvolvido nas livrarias e papelarias instaladas no município, e segundo o diretor do Procon local, Marcos Fediuk, houve variação de valor expressiva em alguns produtos.

Em algumas situações, as variações de valores chegam até 460%.

A pesquisa segue os moldes que o Procon realiza em grandes centros.

O diretor da agência rondonense, Marcos Fediuk, orienta os consumidores.

 

Continue Lendo

Geral

Número de casos de dengue sobe para 85 em Quatro Pontes

Centro da cidade é a região de maior risco.

Quatro Pontes vive uma epidemia de dengue.

O índice de infestação do mosquito Aedes aegypti está em 4,1%, segundo o Levantamento de Índice Amostral, sendo que o preconizado pelo Ministério da Saúde é menos de 1%.

Ontem, conforme boletim da Secretaria de Saúde, há 85 pessoas com dengue, 94 casos notificados, sete descartados e um em espera de resultados.

Toda a cidade está sendo acometida pela doença, mas a área de risco é a região central.

Na semana passada, o centro e bairros receberam um arrastão, realizado por um grande grupo formado por profissionais das Secretarias de Saúde e de Obras, Urbanismo e Transportes, agentes de endemias, Agentes Comunitárias de Saúde, incluindo servidores dos Departamentos de Meio Ambiente, de Fomento à Indústria, Comércio, Serviços e Turismo, de Cultura, de Esportes, funcionários públicos, além de voluntários.

Amparado por caminhões, o grupo percorreu o município de casa em casa, incluindo lotes e beiras de estradas, recolhendo o maior número de materiais que servia de criadouros de larvas do mosquito.

Além disso, trabalho de conscientização foi feito na cidade

O secretário de Saúde, Marco Antônio Wickert, afirma que prevenir é a melhor forma de evitar a dengue, além da zika e chikungunya.

Ação para incentivar o descarte correto de pneus como uma maneira de coibir os focos do mosquito Aedes aegypti também foi realizada pelo Setor de Controle de Endemias, quando foram coletados mais de 200 pneus.

A Associação Quatropontense de Catadores também foi orientada sobre a eliminação de criadouros de larvas do mosquito e uma das medidas adotadas é a colocação de todo o material recebido dentro de sacos de big bag para posterior seleção e enfardamento.

Continue Lendo

Agricultura

Presidente do Sindicato Patronal de MCR participa da assembleia da Faep

Diversos assuntos estiveram ontem na pauta da Assembléia Geral da Federação da Agricultura do Estado do Paraná, em Curitiba.

Além de vários dirigentes do Sistema Faep procedentes dos mais diversos municípios paranaenses, o evento contou com a presença do governador Ratinho Jr., e do secretário de Estado do Desenvolvimento Sustentável, Márcio Nunes.

Participante da Assembléia, o presidente do Sindicato Rural Patronal de Marechal Cândido Rondon, Edio Chapla, destaca os principais temas debatidos na oportunidade….

 

Continue Lendo

(45) 3284-8080
Central telefônica (45) 9997-0083 - (45) 9997-0067
FM 95,1 (45) 9997-0733 | WhatsApp FM (45) 9997-0532
Técnica AM 970 (45) 9997-0740
Copyright © 2019 Radio Difusora do Paraná.